Leilão dos terrenos da Prodesan é suspenso

A suspensão será necessária porque os possíveis interessados pelos ativos não efetuaram o depósito garantidor dentro do prazo

Comentar
Compartilhar
30 OUT 2017Por Da Reportagem22h10

A Prodesan informa que foi suspenso o leilão dos dois terrenos de Santos que iriam a certame nesta terça-feira (31), às 15h. A suspensão, ainda sem nova data definida, será necessária porque os possíveis interessados pelos ativos não efetuaram o depósito garantidor dentro do prazo, que expirou às 18h desta segunda. Uma nova data será agendada junto à B3 (antiga Bovespa), onde estava previsto o leilão.

A Prodesan levaria a leilão dois terrenos, um em área portuária com 29.706,15 m², no distrito industrial do bairro Alemoa, e outro de 12.000 m², no Jabaquara. Os dois estavam avaliados em R$ 140 milhões.

Desde que o edital da licitação foi publicado, em setembro, a Prodesan recebeu diversos interessados nas áreas.

“A economia do Brasil está começando a reaquecer agora. Ainda há muita insegurança em novos investimentos. Acreditamos que na nova chamada para o leilão, o resultado será positivo”, afirmou Jeferson Novelli, presidente da Prodesan.