X
Cotidiano

Justiça pede penhora de imóvel de Nego do Borel por dívida de R$ 27 mil

O funkeiro foi expulso de um reality ainda durante o primeiro mês de confinamento e investigado pela Polícia Civil de São Paulo por suspeita de estupro de vulnerável contra Dayane Mello

Nego do Borel / Divulgação

O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) determinou a penhora de um imóvel do cantor Nego do Borel. Segundo a decisão divulgada no site oficial, foram feitas inúmeras tentativas de localizar o cantor para o pagamento de uma dívida de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) no valor de R$ 27 mil.

A decisão foi anunciada após análise da juíza titular da 12ª Vara de Fazenda Pública, Katia Cristina Nascentes. Foi determinado que um avaliador procurará Nego do Borel novamente na casa localizada no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da cidade.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

"O cantor ainda terá mais uma chance de quitar suas dívidas com a prefeitura do Rio, em curto espaço de tempo (cinco dias), antes de a Justiça executar a penhora do imóvel", informou a decisão.

Nego do Borel foi um dos participantes de "A Fazenda 13", da RecordTV. O funkeiro foi expulso ainda durante o primeiro mês de confinamento e investigado pela Polícia Civil de São Paulo por suspeita de estupro de vulnerável contra Dayane Mello.

A reportagem entrou em contato com a equipe de Nego do Borel, mas não obteve um retorno sobre o pedido do TJ-RJ.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Praia Grande

Caminhada da Adoção pretende mobilizar pessoas e informar sobre o tema

Evento acontecerá no dia 10 de julho, na praia do Bairro Canto do Forte, em Praia Grande

Educação

Bertioga abre matrículas para Educação de Jovens e Adultos

As aulas iniciam no segundo semestre, de segunda a sexta-feira, das 19 às 22h30

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software