Jornal escolar de São Vicente ganha prêmio nacional

Educadora recebe o prêmio de "Professor Transformador", oferecido pelo Joca, o único jornal para jovens e crianças

Comentar
Compartilhar
01 NOV 2019Por Da Reportagem08h30
O trabalho, desenvolvido desde o ano passado, consiste em produzir textos jornalísticosFoto: Divulgação

A professora de Língua Portuguesa, Leila Fernandes, da Emef Ayrton Senna da Silva terá o reconhecimento nacional pelo projeto Nós nas Mídias, desenvolvido junto a alunos do 6º ao 9º ano e que resultou no jornal "O Caicano". A educadora recebe hoje, às 10h, o prêmio de "Professor Transformador", oferecido pelo Joca, o único jornal para jovens e crianças, de circulação quinzenal e publicação digital. A solenidade será no Espaço Multicultural 22 de Janeiro, e a educadora receberá um leitor de livros digitais Kindle e a assinatura impressa do jornal.

O trabalho, desenvolvido pelos estudantes desde o ano passado, consiste em produzir textos jornalísticos, reproduzindo todas as etapas de uma redação de jornal, o que tem estimulado os jovens de 6º a 9º ano na prática da leitura e da escrita. Sob a orientação da professora, "O Caicano" ultrapassou o nível de um projeto de produção textual e tornou-se uma oficina extraclasse, formada por uma verdadeira "redação de imprensa" de 20 alunos, que três vezes por semana realizam a reunião de pauta, partindo para o trabalho de campo e produção dos textos que são publicados em página no Facebook. Além da escrita, o trabalho estende-se ao campo oral, com vídeos que alimentam o canal do jornal no YouTube.

Inicialmente, a ideia era criar uma sequência didática para trabalhar gêneros midiáticos com alunos dos 6º anos da unidade escolar. O trabalho iniciou-se com a leitura de jornais locais para explorar a leitura de notícias e reportagens, resultando posteriormente na produção de textos desses gêneros textuais.

Com o resultado obtido, o jornal O Caicano foi criado e teve sua primeira edição divulgada entre os alunos e a comunidade escolar, despertando o prazer da escrita significativa, além de aguçar a criticidade. O sucesso foi tamanho que alunos de outras turmas também quiseram participar.