Itanhaém é a primeira cidade do país a decretar Anchieta padroeiro

Suas marcas podem ser vistas em diversos monumentos preservados no Município. O jesuíta viveu na região durante o século XVI, entre 1563 e 1595

Comentar
Compartilhar
03 JUN 201418h44

Canonizado santo pela Igreja Católica, Itanhaém pode ser uma das primeiras cidades do mundo, e a primeira do Brasil, a proclamar São José de Anchieta em padroeiro do Município. No último dia 2, o prefeito Marco Aurélio Gomes sancionou a Lei Municipal 3.928, de autoria do presidente da Câmara de Vereadores, Rogélio Salceda, que torna Anchieta co-padroeiro da Cidade.

O padre da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, Francisco Pelonha, explica que para que o santo seja decretado padroeiro da Cidade é necessário fazer uma carta para a Diocese de Santos (responsável pela Paróquia do Município) com o pedido, a Lei aprovada e justificando a relevância de São José de Anchieta para Itanhaém.

O Bispo de Santos, Dom Jacyr Francisco Braido, encaminha o pedido para o líder do Vaticano, Papa Francisco. Após este processo é necessário aguardar um período de 60 dias para que a resposta seja definida. Se a solicitação for concedida, Anchieta será decretado padroeiro e a paróquia será denominada Paróquia Nossa Senhora da Conceição e São José de Anchieta.

Atualmente Itanhaém tem uma padroeira: Nossa Senhora da Conceição, celebrado em 8 de dezembro. Padre Anchieta era devoto fervoroso de Nossa Senhora da Conceição, onde inclusive trouxe para a Cidade a primeira imagem da santa no Brasil. Será a união histórica de devoto e devotada, os dois, padroeiros da segunda Cidade mais antiga do país.

Itanhaém pode ser uma das primeiras cidades a proclamar São José de Anchieta em padroeiro (Foto: Divulgação/Prefeitura de SP)

O jesuíta faz parte da história local, viveu na região durante o século XVI, entre 1563 e 1595, e é considerado uma das figuras mais importantes da história do Brasil Colonial e da Igreja. Suas marcas podem ser vistas em diversos monumentos preservados na Cidade e, por sua importância na biografia do célebre padre, é conhecida como ‘Terra de Anchieta’.

Itanhaém já tem um feriado municipal em homenagem ao santo (9 de junho, data de sua morte). De acordo com a nova Lei Municipal, dia 9 de junho passará a ser celebrado como o dia do novo padroeiro do Município.