Itanhaém anuncia investimentos para melhorar segurança pública

Sistema de monitoramento por câmeras começará a funcionar dentro de 90 dias

Comentar
Compartilhar
08 FEV 201513h05

A Prefeitura de Itanhaém planeja instalar, dentro de 90 dias, 28 câmeras de monitoramento da região central. A medida faz parte do Programa Municipal Cidade Segura, anunciado pelo prefeito Marco Aurélio Gomes, na sexta-feira (6), durante reunião na Associação Comercial de Itanhém. O pacote de investimentos inclui a melhoria da iluminação pública; modernização e fortalecimento da Guarda Municipal e a implantação do Gabinete de Gestão Integrada Municipal.

O projeto de monitoramento da área central de Itanhaém custará R$ 652 mil. A verba foi liberada pelo Fundo Metropolitano da Baixada Santista. As câmeras serão instaladas em pontos estratégicos, entre a Avenida Jaime de Castro e a alça da ponte do rio Itanhaém, incluindo o trecho da orla recém urbanizado. A central de controle funcionará, 24 horas, no prédio da antiga CMTC.

A Prefeitura planeja eliminar 1.000 pontos escuros, com a instalação de luminárias em bairros como Gaivota, Bopiranga, Cibratel, Jardim das Palmeiras, Jardim Oásis, Jardim Regina, Nova Itanhaém, Grandesp, entre outros.

Para equipar a Guarda Municipal, o governo aguarda a liberção de verba federal no valor de R$ 800 mil, fruto de convênio com o Ministério da Justiça. Com o recurso, serão comprados veículos, fardamento, equipamentos de comunicação, entre outros itens.

A Prefeitura de Itanhaém planeja instalar, dentro de 90 dias, 28 câmeras de monitoramento da região central (Foto: Divulgação)

O Gabinete de Gestão Integrada Municipal também faz parte do Programa Cidade Segura. Reúne representantes das polícias militar, civil e governo municipal e tem a missão de analisar e definir ações para melhorar a segurança pública da Cidade.

O prefeito Marco Aurélio afirmou que o Programa Cidade Segura é mais uma etapa do plano de governo a ser cumprida. "Não estamos medindo esforços para atingir as metas. Estou particularmente entusiasmado com a implantação do Gabinete de Gestão Integrada. Teremos a oportunidade de discutir, em conjunto com as forças policiais, as prioridades e os investimentos para melhorar a segurança pública".

O deputado federal, Samuel Moreira, destacou investimentos como a ampliação da rede de iluminação pública, infraestrutura viária e o futuro sistema de monitoramento como exemplos de ações que contribuem para a segurança pública. "É raríssimo ver uma prefeitura empenhada na área da segurança pública. Fico feliz de ver isso acontecendo pra valer, aqui, em Itanhaém". O secretário de Trânsito e Segurança Municipal, Silvio Oliveira, disse que o sistema, gradativamente, será ampliado. "Esta é a primeira etapa, mas o governo planeja expandir o sistema para os bairros".

O presidente da Câmara, Tiago Cervantes, elogiou as iniciativas do governo municipal, ressaltando a importância da participação do Legislativo na gestão da Cidade. "Dessa forma, os vereadores tem mais condições para contribuir com a melhoria dos serviços públicos".

Participaram do lançamento do Programa Cidade Segura o presidente da ACAI, Marcelo Zanirato; o prefeito de Pedro de Toledo, Sérgio Miashiro; os vereadores Hugo Di Lallo, Flávio Abbassi e Cícero Kakulé; secretários municipais e autoridades das polícias militar e civil.

Colunas

Contraponto