Intercâmbio para o Canadá é tema de workshop gratuito em Santos

Evento será realizado nos dias 10 e 11 de março, no Parque Balneário Hotel

Comentar
Compartilhar
05 MAR 2018Por Da Reportagem19h50

Segurança, diversidade cultural, ensino de qualidade e valores acessíveis mantêm o Canadá como o principal destino de intercâmbio procurado pelos brasileiros, segundo a Pesquisa Selo Belta (Associação das Agências de Intercâmbio) 2017. Mas entre o sonho de engrossar essa estatística e a conclusão de um curso, é preciso percorrer um caminho sinuoso e desconhecido para a maioria dos pais e estudantes.

Justamente para desvendar esse tema é que será realizado em Santos o 1º Workshop Head to Canada de Intercâmbio, nos dias 10 e 11 de março, das 9 às 18 horas, no Foyer do Parque Balneário Hotel (Avenida Ana Costa, 555, Gonzaga), com entrada gratuita. O primeiro grande evento sobre intercâmbio na região trará especialistas no assunto e esclarecerá dúvidas dos participantes. Documentação, prazos, cursos, restrições e outras questões serão destrinchadas.

O dia 10 (sábado) será dedicado a detalhar o Summer Teen Programs, pacote completo e o mais procurado para adolescentes de 12 a 17 anos, com tudo incluído: estadia, alimentação, curso, lazer, traslados e seguros. Serão realizadas quatro sessões (9, 11, 14 e 16 horas). Podem participar pais e intercambistas.

Já no dia 11 (domingo), a programação terá como foco o público com mais de 18 anos. A sessão das 9 às 11 horas irá abordar High School (Ensino Médio), Regular English, Business English (desempenho profissional) e Proficiência, para quem busca uma certificação e aprimorar o inglês. Às 11 e às 14 horas, os grupos receberão mais informações sobre Carrer College (curso técnico) and Pathway to University (universidade). Fechando o workshop, às 16 horas serão pontuados os Primeiros passos para Imigração através dos estudos.

As vagas são limitadas, com 100 lugares por sessão. Haverá sorteio de brindes e bolsas de estudos. Inscrições devem ser feitas pelo www.headtocanada.com.

A programação será capitaneada pelo santista Ederson Mendes, idealizador e diretor da Head to Canada Intercâmbio. Morando há seis anos em Mississauga, Ontário, ele tem no intercâmbio uma paixão da adolescência. Desde a primeira vez que pegou uma mochila para estudar fora, aos 16 anos, muita coisa mudou, mas ele segue com a mesma motivação. "Me preocupo em garantir para os estudantes a mesma experiência enriquecedora da primeira vez que fiz intercâmbio".

Mas Ed, como é conhecido, vai além e agrada em cheio não só os estudantes, mas, principalmente, os pais deles. Tarefa delicada quando se trata de confiar a segurança de um filho no exterior e um investimento considerável. "Hoje, 90% dos intercambistas vieram por indicação de quem já viajou comigo. Muitas escolas recomendam meu trabalho. Eu acompanho todos de perto e isso traz confiança aos pais", explica.

Tranquilidade

Para Honorina Maria de Oliveira, esse cuidado fez toda a diferença quando a filha, Raphaela, passou um mês no Canadá, em 2015. Foi quase um ano de preparativo até a viagem, com muitas reuniões via Skype e esclarecimentos no caminho. "Ela foi em julho, no Summer Teen, e o processo todo foi bem tranquilo, com uma assessoria excelente. O Ed nos municia de informações o tempo todo, sobre toda a programação de cada dia", conta.

A possibilidade de saber passo a passo a rotina da filha também foi preponderante para a analista Alessandra Catarino dos Santos Souza escolher a Head to Canada como o intercâmbio da Giovanna, de 14 anos. Ela passou um mês no Canadá, em 2017, e a mãe, em São Paulo, sabia até o que a filha tinha comido. "Estávamos com receio, era a primeira vez dela fora de casa e num país distante. Mas essa distância não era sentida no dia a dia, porque sabíamos tudo o que acontecia".

Para Nathália Brandão Bibiano dos Santos, de 16 anos, estar por conta própria em outro país trouxe amadurecimento. Apesar da presença constante de um monitor ou do próprio Ed, ela precisou administrar situações novas. "Eu tive de me organizar para acordar cedo sozinha e administrar o dinheiro que levei. Aperfeiçoei demais o meu inglês", diz.

Parceiros

Só no ano passado, a Head to Canada recebeu 25 adolescentes para o Summer Teen, além dos adultos para os mais variados cursos disponíveis. O saldo positivo também é resultado das parcerias que asseguram a excelência e acessibilidade dos pacotes. A Easy Travel, agência de turismo e casa de câmbio, é uma delas. A gerente Janaina Palmieri assessora os pais de intercambistas na compra da passagem área, escolha do seguro de viagem e na aquisição de moeda estrangeira.

Ela observa que o momento econômico é mais favorável para o dólar canadense (R$2,55, em 22/2) que o americano (R$ 3,26). E frisa que apesar de toda a tecnologia, os pais buscam mesmo a segurança do olho no olho. "Nós cuidamos até da remessa dos valores para o pagamento do curso no Canadá. É um investimento e os pais precisam estar bem cercados. Junto com a Head to Canada Intercâmbio, garantimos essa tranquilidade".

Um dos pontos mais delicados na preparação para o intercâmbio é a obtenção do visto. Para tornar esse processo suave, a empresa parceira Mundial Vistos presta toda a assessoria necessária com a documentação. "Os critérios para a liberação do visto são sistêmicos e é preciso antecipar possíveis problemas. Nosso papel é minimizar as chances de negativa", explica Juan Sebastian Ares Pereira, supervisor da Easy Travel em Santos.

Prestes a se tornar cidadão canadense, Ed espera que o evento apresente o intercâmbio de uma outra maneira, menos burocrática e mais focada na experiência. "Quero mostrar que é fácil programar essa viagem, e que há várias modalidades de estudo para todos os bolsos".