X

Cotidiano

Inspetor de alunos é homenageado após 36 anos de carreira em Santos

O funcionário, que estará aposentado a partir de outubro deste ano, foi homenageado por alunos, pais, equipe gestora da unidade, professores e funcionários

Da Reportagem

Publicado em 22/09/2018 às 05:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

José Roberto Pio do Carmo começou a trabalhar como inspetor de alunos em 1982 / Divulgação

No dia 4 de maio de 1982, o servidor José Roberto Pio do Carmo começou a trabalhar como inspetor de alunos na escola Samuel Leão de Moura (Areia Branca). Na manhã desta sexta-feira (21), o funcionário, que estará aposentado a partir de outubro deste ano, foi homenageado por alunos, pais, equipe gestora da unidade, professores e funcionários em uma festa cheia de emoção e carinho, com entrega de lembranças feitas pelas crianças.

"Não há dinheiro que pague ouvir 'Tio Roberto', contou José Roberto. Brincalhão, mas linha dura como ele mesmo diz. "As crianças sempre me respeitaram. Como estou aqui há muitos anos, os pais dos alunos de hoje já estudaram aqui quando crianças e me conhecem".

'Tio Roberto' confessou que há um misto de sentimentos neste momento de despedida. "Alegria pela aposentadoria, pela carreira feita na mesma unidade, mas também tristeza por causa da saudade que já sinto de toda a rotina, das pessoas. Formamos uma família aqui. É como se fosse a minha segunda casa. Quando fecho meus olhos, lembro de cada canto desta escola. Eu vou sair do Samuel, mas o Samuel não sairá de mim". Ele revelou que levará no coração cada criança e adulto que conheceu durante o tempo de trabalho.

Dos anos em que se dedicou à escola, afirmou que foram muito bons. "Com as crianças, esqueço dos problemas, quando estou aqui me empenho, gosto de ajudar".

A orientadora educacional Lilian Gonçalves Lima Requeijo começou este ano na escola, mas tem apenas coisas boas para falar do funcionário. "Superatencioso com todos, cobra disciplina, mas de um jeito amoroso. Uma ótima pessoa".

A professora Solange Silva atua há oito anos na escola e disse que o servidor fará falta. "Ele é uma referência para nossos alunos, mantém uma relação boa com os pais, professores, demais funcionários. É simpático, brinca com todos, figura marcante. As crianças o amam".

Alunos

Ketnin Cristina de Souza é mãe da aluna Luana Souza Batista, 6. "Estudei aqui e nunca me esqueço do tio Roberto, fazíamos uma grande bagunça. Minha filha mais velha também estudou aqui e agora a do meio. Queria que ele ficasse mais para que a minha mais nova tivesse esta oportunidade. Fará falta".

A pequena Luana declarou seu sentimento. "Ele é um amor. Fiz um desenho meu e dele e entreguei para o tio".

"Tenho muitas lembranças boas com o tio. Ele trata as crianças com muito carinho. É um profissional maravilhoso", falou Daniella Souza, ex-aluna da escola e mãe de Amanda Teixeira de Souza, 6, que também é fã do servidor. "Ele é muito legal".

Aracelly Messias Galdino de Lima é mãe do aluno André Luiz Galdino de Lima, 6, e considera José Roberto uma pessoa diferenciada. "Ele é iluminado, abençoado, um exemplo. Minha filha de 10 anos estudou aqui e o tio Roberto conheceu o André ainda na barriga".

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

MUAY THAI

Portuários Stadium abre temporada com 10 lutas e momentos épicos em SV

Com o Rocket Sea Club como local dos combates, o evento contou com 20 atletas oriundos de cinco estados

Diário Mais

Saiba mais sobre o Holocausto, que não matou apenas judeus

Muitas pessoas acreditam que o grupo extremista de Hitler matou apenas judeus

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter