Infraero registra 144 voos atrasados até o fim da manhã deste sábado

O total equivale a 11,9% das decolagens programadas em todo o país hoje até esse horário.

Comentar
Compartilhar
23 DEZ 201202h31

Até as 13h deste sábado (22), a Infraero registrou atrasos em 144 voos. O total equivale a 11,9% das decolagens programadas em todo o país hoje até esse horário. Os aeroportos de Congonhas (SP), Brasília (DF), Confins (Belo Horizonte-MG) e do Galeão (Rio de Janeiro-RJ) são os que registraram o maior número de atrasos. Ainda segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroviária (Infraero), dos 1.212 voos programados até as 13h, 55 (4,5%) foram cancelados.

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), nos casos de atraso e cancelamento de voo, o passageiro deve reclamar seus direitos. A partir de uma hora de atraso, a empresa é obrigada a oferecer comunicação via internet ou telefonemas. Se o atraso passar de duas horas, a companhia deve garantir alimentação ao passageiro.

Nos casos em que o atraso for superior a quatro horas, o cliente tem direito a acomodação ou hospedagem (se for o caso) e transporte do aeroporto ao local de acomodação. Se o viajante estiver no local de sua residência, a empresa poderá oferecer apenas o transporte até a residência e depois a volta para o aeroporto.

De acordo com a Infraero, o aeroporto de Congonhas, que está operando por instrumentos devido ao mau tempo. Não há filas nos saguões e a movimentação de passageiros é normal. Desde o início das operações, às 6 horas, até as 13 horas, 25 voos (25% do total) partiram com atraso, e dois foram cancelados.

No aeroporto de Guarulhos, a movimentação de passageiros é considerada normal e não há filas nos saguões. Desde a meia-noite, apenas sete voos (6,3% do total) partiram com atraso, e cinco foram cancelados. O aeroporto de Viracopos (Campinas) não registrou nenhum voo atrasado até as 13 horas, e apenas um cancelamento.