Indonésia eleva alerta para vulcão no Monte Sinabung

Cerca de 12.300 pessoas foram evacuadas de oito vilarejos próximos da montanha para acampamentos do governo indonésio distantes da cratera

Comentar
Compartilhar
24 NOV 201315h12

Autoridades indonésias elevaram o status de alerta para um dos vulcões mais ativos do país ao nível mais alto neste domingo, após uma série de erupções nos últimos dias. O Monte Sinabung, na Sumatra do Norte, emitiu cinzas vulcânicas de até 5 mil metros e nuvens de gás de até dois quilômetros, segundo Surono, um vulcanologista do governo, que como muitos indonésios utiliza apenas um nome.

O vulcão de 2.600 metros de altura entrou em erupção esporadicamente desde o mês de setembro, após ter ficado inativo por três anos. "Estamos em uma situação de alerta máximo devido ao perigo do gás escaldante", disse Surono. Conforme ele, as autoridades pediram que os moradores mantenham uma distância de pelo menos cinco quilômetros da cratera.

Cerca de 12.300 pessoas foram evacuadas de oito vilarejos próximos da montanha para acampamentos do governo indonésio distantes da cratera. Outras 6 mil foram para abrigos temporários em 16 locais seguros, informou o porta-voz de Alívio de Desastres Naturais, Sutopo Purwo Nugroho.

O porta-voz do Ministério de Transportes, Bambang Ervan, disse que as companhias aéreas foram notificadas para evitar as rotas perto da montanha. Em agosto de 2010, a erupção do vulcão matou duas pessoas e forçou a evacuação de outras 30 mil. O Monte Sinabung está entre os 129 vulcões ativos da Indonésia, que está propensa a abalos sísmicos devido à sua localização sobre o "Anel de Fogo" do Pacífico. 

O Monte Sinabung, na Sumatra do Norte, emitiu cinzas vulcânicas de até 5 mil metros e nuvens de gás de até dois quilômetros (Foto: Dedy Zulkifi/Associated Press/Estadão Conteúdo)