Índia: manifestantes protestam após morte de jovem estuprada em ônibus

Após ser anunciada a morte da jovem de 23 anos que foi estuprada e espancada em ônibus em movimento, manifestantes voltaram às ruas de Nova Délhi.

Comentar
Compartilhar
29 DEZ 201210h58

Milhares de manifestantes ocuparam neste sábado (29) as ruas de Nova Délhi, após ser anunciada a morte da mulher que foi estuprada e espancada em um ônibus em movimento na capital da Índia há quase duas semanas. A jovem de 23 anos, que havia sido transferida na quinta-feira (27) para um hospital em Cingapura, não resistiu aos ferimentos e morreu nas primeiras horas deste sábado (horário local). As pessoas exigem maior proteção para as mulheres contra a violência sexual.

O primeiro-ministro Manmohan Singh disse que estava ciente das emoções que o ataque provocou e que cabe agora a todos os indianos garantir que a morte da jovem não tenha sido em vão. Já a policia pediu calma aos manifestantes e informou que só iria admitir protestos pacíficos. As informações são da Associated Press.