Homem armado invade delegacia gritando "Alá é o maior" e mata 1 na Bósnia

Durante a guerra de 1992 a 1995, quase todos os muçulmanos da cidade de Zvornik foram expulsos ou mortos

Comentar
Compartilhar
27 ABR 201517h38

Um homem armado invadiu uma delegacia no nordeste da Bósnia gritando "Allahu akbar" (Alá é o maior) nesta segunda-feira, matando um policial e ferindo outros dois, segundo autoridades.

O homem acabou morto durante o ataque, ocorrido na cidade de Zvornik, segundo uma porta-voz da polícia. Zvornik é uma cidade na parte servo-bósnia do país e está localizada na fronteira com a Sérvia. Durante a guerra de 1992 a 1995, quase todos os muçulmanos dessa cidade foram expulsos ou mortos, como parte da campanha militar sérvia. Apenas alguns milhares deles retornaram à região, depois da guerra.

O ministro da Segurança, Dragan Mektic, disse que o homem invadiu a delegacia com um rifle automático e acabou morto na troca de tiros com a polícia, ainda dentro do local.

O imã da mesquita de Zvornik, Mustafa Muharemovic, condenou o ataque. O presidente regional, Milorad Dodik, disse acreditar que o agressor foi instruído por alguém, ainda que tenha agido sozinho.