Habitação estuda projeto da casa própria para servidores

Caso a parceira seja firmada com a Caixa será o 1º projeto exclusivo para servidores, na Região

Comentar
Compartilhar
03 FEV 201317h32

A diretora do Departamento de Habitação de Cubatão, Andrea Maria de Castro, entregou a Pesquisa Habitacional dos Servidores à gerência regional da Caixa Econômica Federal (Caixa), ontem à tarde, em Santos, com o intuito de solicitar uma parceria para a realização do projeto da casa própria para servidores municipais.

Segundo Andréa, ao longo de 2008, a pesquisa levantou a situação de moradia, cidade onde residem, faixas de renda e número de pessoas por família de 510 funcionários públicos municipais que responderam a pesquisa. Ao todo, a Prefeitura emprega 3.800 pessoas.

No universo pesquisado, 42% moram em Cubatão e outros 35,61% residentes em outros municípios da Baixada Santista se mudariam para Cubatão através do projeto habitacional da Prefeitura.

No universo pesquisado, 31,70% dos servidores moram em imóveis alugados, 28,37% residem em imóveis cedidos, 22,70% em outras condições e 16,24% têm casa própria. “A maioria mora de aluguel e o aluguel em Cubatão é muito caro”, afirmou Andrea. 

De acordo com a diretora de Habitação, o projeto elaborado exclusivamente para os servidores visa solucionar o déficit habitacional do pessoal da ativa que paga aluguel, mora com os pais ou parentes, ou fora da Cidade, oferecendo linhas de crédito facilitadas para a aquisição da casa própria em Cubatão.

Ainda conforme constatou a pesquisa, os servidores interessados no projeto têm renda mensal de um a dez salários mínimos. Os mais interessados (36,98%) ganham de três a cinco salários mínimos.

O gerente regional de Negócios de Pessoa Física da Caixa, Sidnei Soares Filho, afirmou que a pesquisa será avaliada para análise da demanda e faixa de renda das famílias para verificação de quais dos projetos da Caixa essas famílias se enquadram. “Vamos organizar as planilhas e acredito que dentro de 30 dias já teremos uma posição para passar à Prefeitura (Cubatão)”, afirmou Sidnei.

Terreno no Centro

Durante a reunião, Andréa mencionou um terreno de 5 mil metros quadrados situado no Centro de Cubatão, próximo ao Paço Municipal, onde poderiam ser construídos os conjuntos de apartamentos.

Segundo Andrea, a proposta é firmar a parceria com a Caixa e construtora da iniciativa privada. A Caixa propõe contrapartida de interesse social do Município como condição da parceria.