SABESP AGOSTO DESK TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Guarujá vistoria cerca de 2.500 estabelecimentos nos últimos quatro meses

Vistorias diárias acontecem desde o dia 21 de março e têm como objetivo monitorar o cumprimento das medidas de prevenção ao novo coronavírus, conforme decretos municipais

Comentar
Compartilhar
22 JUL 2020Por Da Reportagem22h05
Durante a vistoria, os comerciantes e responsáveis são orientados quanto às normas vigentes nos decretosFoto: Divulgação/PMG

A Operação Covid-19 da Prefeitura de Guarujá vistoriou cerca de 2.500 estabelecimentos nos últimos quatro meses. A ação mobiliza os fiscais da Vigilância Sanitária, comércio fixo e ambulante, Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar. As vistorias diárias acontecem desde o dia 21 de março e têm como objetivo monitorar o cumprimento das medidas de prevenção ao novo coronavírus, conforme decretos municipais.

Durante a vistoria, os comerciantes e responsáveis são orientados quanto às normas vigentes nos decretos, tais como o uso de máscaras por funcionários e clientes, disposição de meios para higienização das mãos – água e sabão ou álcool em gel –, higienização constante do estabelecimento, horário de atendimento, distanciamento, entre outras medidas. A vistoria age de forma orientativa. Já os que persistem são autuados, caso de 89 nesses estabelecimentos nesses últimos meses.

Mesmo antes da entrada da Baixada Santista na fase amarela do Plano SP, os agentes já percorriam bairro a bairro, fiscalizando os principais corredores comerciais, entre eles as avenidas Thiago Ferreira, Adhemar de Barros, Dom Pedro I, Presidente Vargas, Oswaldo Cruz, Santos Dumont, Tancredo Neves, Antenor Pimentel e Estrada Guarujá-Bertioga. As operações seguem estratégias traçadas no gabinete de crise.

Pontos de grande fluxo de pessoas também recebem atenção maior, o objetivo é evitar aglomeração e a propagação da Covid-19. Fazem parte desta categoria as agências bancárias, correios, feiras livres, condomínios, estações das barcas, terminal rodoviário e outros. Fora isso, os fiscais atuam em apoio às barreiras sanitárias.

"A fiscalização tem exercido um papel preponderante no combate à Covid-19 na Cidade. Um trabalho diário e incansável de fiscalização e conscientização das pessoas, que só é possível graças ao empenho e comprometimento de todos os profissionais envolvidos", declarou o diretor de Operações Especiais e Fiscalização de Taxas, Ricardo dos Santos Tobar.

Praias

A fiscalização na orla da praia, com as orientações aos populares sobre a proibição da permanência no mar e faixa arenosa, tem sido o destaque da atuação dos fiscais. Permanecer na areia tomando sol, por exemplo, continua proibido. A presença de ambulantes também continua vetada.

É permitida a caminhada e a prática de esportes individuais, a qualquer horário do dia, respeitando as regras de distanciamento de, no mínimo, cinco metros entre os caminhantes e dez metros entre os corredores.