Guarujá ultrapassa a marca de mil casos confirmados de coronavírus

Município aguarda o diagnóstico de 614 casos suspeitos, dos quais 69 deles seguem internados, sendo 20 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI)

Comentar
Compartilhar
28 MAI 2020Por Da Reportagem21h27
A Covid-19 foi responsável por 69 mortes na CidadeFoto: Agência Brasil

A Secretaria de Saúde (Sesau) de Guarujá informa que nesta quinta-feira (28) confirmou cinco óbitos que tiveram como causa principal a infecção pelo novo coronavírus. A covid-19 foi responsável por 69 mortes na Cidade.

Nas últimas 24 horas, a Vigilância Epidemiológica informou 162 exames positivos para a doença. O consolidado de casos confirmados é de 1041, deles, 32 estão internados, oito em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Aumentou para 203 o número de munícipes que já venceram a covid-19.

Também há 502 moradores em isolamento domiciliar. Eles são acompanhados pela Vigilância Epidemiológica e orientados a informar quaisquer mudanças em seus estados de saúde imediatamente.

Dos exames laboratoriais realizados até esta quinta-feira, 883 foram descartados, entre eles 67 falecimentos que estavam em investigação.

Óbitos

Primeiro um homem, de 52 anos, da Enseada, veio a óbito no Hospital Santo Amaro, no dia 11 de maio. Ele tinha imunodeficiência.

Em seguida, no dia 13 de maio, outro homem, este com 86 anos, do Pae Cará, faleceu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Rodoviária. Ele era diabético.

Já no dia 14 de maio, uma mulher, de 78 anos, de Santa Cruz dos Navegantes, morreu no hospital de campanha. Ela não tinha comorbidade.

Mais recentemente, no dia 23 de maio, um homem, de 51 anos, do Jardim Boa Esperança, foi a óbito no Hospital Guarujá. Também não possuía doença associada.

E, por último, no dia 26 de maio, mais um homem, de 70 anos, da Enseada, faleceu no hospital de campanha. Ele era hipertenso e possuía doença cardiovascular crônica.

Suspeitos

O Município aguarda o diagnóstico de 614 casos suspeitos, dos quais 69 deles seguem internados, sendo 20 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Os demais foram recomendados a ficar em isolamento domiciliar e são monitorados pelas equipes da Secretaria de Saúde.

A Cidade ainda aguarda a conclusão da causa de falecimento de outros 11 munícipes. Eles têm idades que variam entre 30 e 99 anos.