Guarujá-Rio será a primeira rota do Aeroporto

Na sequência, a empresa pretende implantar ligações com Minas Gerais e Paraná, mais precisamente as capitais Belo Horizonte e Curitiba

Comentar
Compartilhar
19 SET 2018Por Glauco Braga08h00
A Azul vai fazer viagens para o Rio de Janeiro e depois Belo Horizonte e CuritibaA Azul vai fazer viagens para o Rio de Janeiro e depois Belo Horizonte e CuritibaFoto: Divulgação

Uma viagem de Guarujá ao Rio de Janeiro. Essa será a primeira rota que a Azul Linhas Aéreas vai implantar no Aeroporto de Guarujá quando o equipamento começar a funcionar. Na sequência, a empresa pretende implantar ligações com Minas Gerais e Paraná, mais precisamente as capitais Belo Horizonte e Curitiba.

Na edição desta terça-feira, o Diário do Litoral antecipou com exclusividade que o Governo do Estado está disposto a assumir as obras de implantação do aeroporto civil da Baixada Santista. No domingo, de acordo com o apurado pela Reportagem, os representantes da Azul estiveram reunidos com pessoas da Prefeitura de Guarujá. Na segunda, foi a vez de um encontro entre o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) e integrantes da Administração Municipal.

Procurada pela Reportagem, a Azul Linhas Aéreas informou que as viagens para o Rio de Janeiro serão feitas pelos “os modernos ATRs da empresa, aviões turboélices”, com capacidade para até 70 passageiros.

“A Azul vê com ótimo potencial o Aeroporto de Santos/ Guarujá no atendimento à toda a Baixada Santista e mesmo parte do ABCD, dado o desempenho econômico e turístico do litoral paulista. Desejamos operar voos regulares na região assim que o aeroporto estiver apto e certificado pela Anac”, informou a empresa.

Contatada a Prefeitura de Guarujá disse que vê com bons olhos a iniciativa. “É mais uma boa alternativa e após essa reunião com o Daesp, estamos fazendo o levantamento dos custos”.

O Departamento Aeroviário do Estado informou que, como um órgão técnico, durante a reunião com representantes da Prefeitura do Guarujá, ocorrida na ­segunda-feira, foi consultado sobre os aspectos técnicos, operacionais e administrativos para a operação do aeroporto civil da Baixada Santista, no Guarujá.

Detalhes

A Prefeitura elaborou um novo edital para construção e exploração do Aeródromo Civil Metropolitano, feito em parceria com técnicos da SAC e FAB, e que é mais adequado à realidade do mercado.

Para sua publicação, aguarda parecer favorável da Força Aérea Brasileira quanto à  utilização de uma nova área dentro da Base Aérea que já é consolidada, não necessitando, portanto, de todos os licenciamentos ambientais. Neste local será construído um terminal provisório, estacionamento e píer para conectividade com Santos.