Guarujá recebe o maior evento de varejo do País

Evento do Grupo Líderes Empresariais contou com a participação do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin

Comentar
Compartilhar
24 MAR 201517h43

O Varejo é o setor que mais gera empregos em todo o País. E para discutir a importância econômica, social e como estimular o setor, Guarujá recebeu no último final de semana, o 3º Fórum Nacional do Varejo, o maior evento do setor que ocorre no País e no exterior. A prefeita da Cidade, Maria Antonieta de Brito participou do evento no sábado (21), acompanhada do secretário de Desenvolvimento Econômico e Portuário, Adilson Luiz de Jesus.

Realizado pelo Grupo de Líderes Empresariais, o Fórum Nacional do Varejo aconteceu no Sofitel Jequitimar, onde contou inclusive, com a presença do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, do Secretário Executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ivan Ramalho; da presidente do Grupo Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano; e demais empresários de grandes marcas.

Na abertura do evento, a chefe do Executivo desejou sucesso aos organizadores. “Que os debates nos estimulem a enfrentar os momentos difíceis. Agradeço ao governador, que é um entusiasta e que tem apoiado nossa Cidade, pois é um líder que apóia nossas prefeituras e vocações econômicas. Que possamos discutir a melhoria do setor e sua competitividade”, saudou a prefeita.

Já o governador falou da satisfação em retornar ao Fórum. “É com imenso prazer que mais uma vez participo. Cumprimento à nossa prefeita anfitriã, Antonieta e quero dizer da importância deste evento, que trata de um dos setores mais dinâmicos da economia brasileira. Afinal, em tempos de crise é o varejo que está ‘segurando a peteca do emprego’.”

Ele ainda divulgou que de 2003 a 2013, o varejo cresceu sua participação no PIB (Produto Interno Bruto) de 18 para 25%. “Um quarto do PIB brasileiro é o varejo. O número de empresas aumentou dois terços e o número de empregos dobrou. Era 3,8 milhões de pessoas empregadas no varejo, e hoje no Brasil são quase 7 milhões”, explicou.

Antonieta ressalta forte representatividade do setor na Cidade

Na ocasião, Antonieta falou de como o comércio varejista é o grande impulsionador do emprego e destacou a questão da representatividade do setor em Guarujá. “Ter um comércio forte significa ter uma Cidade que enfrenta melhor os momentos difíceis e com criatividade”.

Ela exemplifica que, em Guarujá, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Portuário, foi formada por pessoas do segmento e que vieram com a escolha do próprio setor privado. “A Diretoria de Comércio em 2009 foi escolhida a partir de um pedido do comércio. Trouxemos alguém do segmento que entende do setor, de forma a melhorar a relação entre poder público e atividade econômica, e assim dinamizar a atividade no Município”.

Nesta linha, Antonieta salientou que Guarujá obteve crescimento no número de micro empreendedores, empresários, atividades de comércio, e também em outras áreas. O mesmo ocorreu em relação ao estímulo às alternativas econômicas, como o acesso a linhas de crédito e melhoria e engajamento das pessoas do setor.

O presidente e fundador do Lide, João Dória Júnior, agradeceu a prefeita pela receptividade. “A senhora é uma prefeita que luta muito por sua Cidade, e sem dúvida, no setor de comércio e serviços. E no âmbito empresarial precisamos ter essa visão de médio a longo prazo, para superar as dificuldades. O varejista é um otimista por natureza”, finalizou.

Anúncios – Na oportunidade, Geraldo Alckmin noticiou ainda diversos investimentos em todo o Estado nas áreas de segurança, tributária, instalação de novas e grandes empresas. Com relação às rodovias, o governador disse que assinou com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a ampliação da Rodovia Rio-Santos (iniciando em Santos no Monte Cabrão até a divisa com Paraty-RJ). A intervenção prevê a duplicação de trechos, terceiras faixas, acostamentos, ciclovias. “Vamos ter uma nova Rio-Santos no trecho paulista”.

Segundo o governador, o abastecimento de água na Baixada Santista é extremamente estratégico. Ele falou dos investimentos no sistema Mambu-Branco em Itanhaém, o que aumentou a capacidade de produção de água, e na Estação Jurubatuba, com mais de 100 milhões de reais investidos. “Estamos aumentando os reservatórios de água tratada e a Baixada Santista estará com sistema mais seguro”.