Guarujá Previdência realiza eleição para os Conselhos Fiscal e de Administração em maio

O grupo será composto por 11 conselheiros, sendo oito são servidores, entre ativos e inativos, e três representantes do ente patronal, como Secretaria de Finanças e Advocacia Geral do Município.

Comentar
Compartilhar
28 ABR 201514h25

Os Conselhos Fiscal e de Administração da Guarujá Previdência terão eleição para nova formação. O pleito, que ocorrerá de 12 a 14 de maio, se dará por meio de cédula, com urnas fixas e itinerantes distribuídas nos próprios públicos da Prefeitura de Guarujá, Câmara Municipal e Autarquia Guarujá Previdência.

A organização dos procedimentos a serem adotados durante o processo eleitoral, bem como de cédula e lista definitiva dos candidatos será divulgada nesta terça-feira (28). A campanha eleitoral dos candidatos aos conselhos tem início na quarta-feira (29). A apuração dos votos será realizada no dia 15 de maio.

“O processo é importante para renovação de metade dos colegiados. Desta forma, não perdemos a experiência e conhecimento dos conselheiros nos últimos dois anos, desde a época de Fundo Especial”, comentou a diretora-presidente do Guarujá Previdência, Célia Rodrigues Ribeiro.

Para o Conselho de Administração, serão eleitos dois representantes dos segurados ativos da Prefeitura; um representante dos servidores inativos e outro pertencente ao Legislativo Municipal. Não há requisito de formação específica. Já para o Conselho Fiscal serão duas vagas para os representantes dos ativos do Município a serem escolhidos.

Composição - O Conselho Administrativo é um órgão de deliberação, que acompanha as metas e planejamento do Guarujá Previdência, sendo responsável pela aprovação da política anual de investimentos dos recursos previdenciários, pela aquisição de bens ou imóveis, doações, entre outras atribuições. O grupo será composto por 11 conselheiros, sendo oito são servidores, entre ativos e inativos, e três representantes do ente patronal, como Secretaria de Finanças e Advocacia Geral do Município.

Quanto ao Conselho Fiscal, que é órgão de fiscalização da Guarujá Previdência, os cinco membros são servidores e duas vagas irão para a disputa eleitoral. Entre os três remanescentes, um deverá ser nomeado pela chefe do Executivo. Este Conselho emitirá parecer dos balancetes anuais da Autarquia Municipal; vai opinar sobre assunto de natureza econômica, financeira e contábil. Para fazer parte do Conselho Fiscal é necessário ter qualificação superior em Administração, Contabilidade, Economia ou Direito. O colégio eleitoral é composto pelos servidores ativos e inativos vinculados ao Guarujá Previdência

A diretora-presidente da Autarquia confia no voto consciente dos servidores. “Com certeza, todos farão uma boa escolha para os órgãos de representação da Guarujá Previdência, sempre no sentido de que a previdência pertence a todos os servidores”, finaliza.