Guarujá premia servidores da Educação com o prêmio “Você Faz a Diferença”

Foram selecionados 10 projetos de servidores públicos educacionais da rede para serem contemplados com o Prêmio da Secretaria de Educação

Comentar
Compartilhar
26 MAR 201515h00

Não só os professores fazem uma escola de qualidade. Seus funcionários no geral também são responsáveis por ofertar um bom ambiente para os estudos. E se existe um prêmio para o educador, por que não valorizar os outros profissionais do meio estudantil? Pensando nisso, a Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), escolheu dez projetos de servidores públicos educacionais para receber o prêmio “Você Faz a Diferença 2015”.

Nesta segunda-feira (23), foi realizada uma solenidade em razão aos primeiros vencedores divulgados no “Você Faz a Diferença” deste ano. Tratam-se dos coordenadores escolares Rafael Sá Araújo de Oliveira e Juliana Sucila Silva, que juntos formaram o “Eco Viver” para os alunos do 4º ano da Escola Municipal Professora Jacirema dos Santos Fontes, no Morrinhos I. O projeto teve como objetivo formar uma apresentação de dança a respeito do tema meio ambiente, além da criação do cenário com materiais recicláveis tirados do lixo do recreio.

Foram selecionados 10 projetos de servidores públicos educacionais da rede para serem contemplados com o Prêmio da Secretaria de Educação (Foto Divulgação)

Contente com o feito, o coordenador vencedor conta que o projeto quase não saiu do papel. “Junto, também participaria uma professora da unidade, porém, por questão de saúde, ela teve que se ausentar. Se não fosse a nossa força de vontade em levar o tema meio ambiente para as crianças, o Eco Viver não seria realizado”, declara Rafael .

Também responsável pelo projeto, Juliana Silva destaca o empenho dos alunos nos cinco meses de duração do Eco Viver. “Nós, coordenadores, não temos muito tempo para desenvolver alguma ação com as crianças, por isso que os alunos são os reais merecedores. Eles realmente ‘fazem a diferença’.” O casal parabeniza também a iniciativa da Seduc. Segundo eles, faz parte de qualquer profissional de educação se doar para melhorar o ensino, mas que a valorização da Gestão Municipal é fundamental.

Segundo a secretária municipal de Educação, Priscilla Bonini, o escolhido pelo projeto

é aquele que ultrapassa sua função específica, indo além do trabalho que deve fazer. "O prêmio é uma forma singela de agradecer ao profissional que participa de todos os momentos da escola e do aluno", explicou.

E não é só isso. Além de receber o prêmio da Secretaria, os dez vencedores têm a oportunidade de passar seus conhecimentos e projetos em uma capacitação especial em um dos Centros de Atividades Educacionais Comunitários de Guarujá.

O Projeto – Para concorrer ao prêmio, basta trabalhar em alguma das unidades escolares de Guarujá e iniciar um projeto educacional que desenvolva: ações sociais, patrocínios culturais, campeonatos esportivos, conteúdos pedagógicos específicos em sala de aula, eventos, festivais de cinema, entre outros. A partir disso, as gestoras educacionais passam a monitorar a frequência e o conteúdo abordado de cada projeto, e apresentam a proposta para a Seduc. A fase final é a de avaliação da Secretaria, na qual a secretária Priscilla Bonini premia dez projetos de todos inscritos na Cidade.