Guarujá inaugura escola de vela, remo e canoagem nesta quinta-feira

Cerimônia de abertura acontece às 10 horas na Base Aérea. Ao todo, 100 alunos da rede municipal de ensino serão beneficiados

Comentar
Compartilhar
05 SET 2018Por Da Reportagem20h50

Guarujá inova mais uma vez. Nesta quinta-feira (6), a Prefeitura inaugura o Programa Forças no Esporte (Profesp). A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Sedel) com a Capitania dos Portos de São Paulo, e promoverá aulas de vela, remo e canoagem para 100 alunos da rede municipal de ensino. A cerimônia de abertura do projeto ocorre às 10 horas, na Base Aérea de Santos. O local fica na Avenida Presidente Castelo Branco, s/nº - Jardim Cunhambebe, em Vicente de Carvalho.

As escolas municipais Professora Lúcia Flora dos Santos (Jardim Progresso) e Professor Benedito Cláudio da Silva (Vila Alice) são as contempladas. Na ocasião, cada unidade indicará 50 estudantes para o Projeto, que ocorre durante o contraturno escolar. Os jovens serão atendidos às segundas e quartas-feiras, nos períodos da manhã e da tarde. As aulas ocorrem a partir do dia 20 de setembro, e a iniciativa é para estudantes de 13 a 16 anos de idade.

Os estudantes também serão beneficiados com atividades complementares, como palestras, orientações em saúde e meio ambiente, entre outras. A ação ainda conta com atividades teóricas (marinharia, ripeam, estratégias, técnicas e táticas), práticas (montagem, manutenção, assepsia, mobilização, prática em meio líquido e desmobilização), pedagógicas (leitura de livros, redação, interpretação de textos) e culturais (visitas a pontos históricos, exposições, competições e feiras).

Para o secretário adjunto de Esporte da Sedel, José Roberto Galvão, trata-se de um sonho realizado. "Estamos contemplando as crianças da Cidade com uma formação cidadã profissional. Com o conhecimento náutico, eles poderão futuramente se preparar para atuar profissionalmente na área, já que temos inúmeras marinas em Guarujá, além do Iate Clube de Santos, que também tem sede aqui", ressaltou.

Galvão afirma ainda que o Projeto só existe devido a uma parceria com a Força Aérea Brasileira e a Marinha do Brasil. Segundo ele, a Aeronáutica fornece o espaço e a alimentação para as crianças. "Já a Marinha entra com a formação dos professores, via o projeto Navega São Paulo. Além disso, a Marinha também cede barcos e equipamentos náuticos. Por fim, a Prefeitura trouxe os professores de remo, caiaque, vela e letramento (reforço escolar)", concluiu.

Segundo o comandante da Base Aérea de Santos, o coronel aviador Jaílson Oliveira da Silva, o Profesp é uma iniciativa do Ministério da Defesa, que através do esporte incute valores de cidadania e promove a inclusão de jovens da sociedade brasileira. "Alinhados com esse projeto, a Capitania dos Portos, Base Aérea de Santos e a Prefeitura se uniram pra implantar o projeto, que trará melhorias na formação dos jovens da nossa Região, permitindo-os sonhar em alçar voos mais altos".