Guarujá forma mais uma turma do ProJovem Urbano

Implantado desde 2009 na Cidade, o programa oferece formação no ensino fundamental, qualificação profissional em turismo e bolsa-auxílio de R$ 100,00

Comentar
Compartilhar
29 MAI 201516h59

Os alunos do Programa Nacional de Inclusão de Jovens — ProJovem Urbano tiveram sua formatura e colação de grau na semana, em Guarujá. O evento ocorreu no Anfiteatro Ferreira Sampaio e contou com a participação de 14 alunos da turma de 2013, que além da formação no ensino fundamental I e II, também foram qualificados profissionalmente em turismo, ao longo de 18 meses de aula. A cerimônia contou com a participação do secretário adjunto de Educação, Juarez Mendes de Azevedo, que representou a prefeita na cerimônia. A oradora da turma foi a aluna Andressa de Oliveira Gino das Neves.

A secretária de Educação de Guarujá, Priscilla Bonini, elogiou o esforço de toda a equipe envolvida na formatura e principalmente o esforço de cada um dos alunos. “Não é fácil, mas é um período de muitos obstáculos, onde os alunos conseguiram a vitória. O Programa além de oferecer oportunidades, oferece capacitação profissional, ampliando as políticas de inclusão social, cultural e educacional. Agora, eles podem seguir em frente e buscar novos desafios para serem alcançados”.

Implantado desde 2009 na Cidade, o programa oferece formação no ensino fundamental, qualificação profissional em turismo e bolsa-auxílio de R$ 100,00 (Fotos Divulgação)

O objetivo do ProJovem Urbano é dar oportunidade aos jovens de 18 a 29 anos que saibam ler e não tenham terminado o Ensino Fundamental. “Estudei graças ao incentivo de uma tia, agora estou empolgada e quero continuar os estudos e fazer faculdade de direito”, disse a oradora da turma, Andressa. Sua opinião é partilhada pelo colega de formatura, Alonso Onofre dos Santos, que também quer seguir os estudos. “Foi muito bom, aprendi muito e pretendo continuar os estudos e fazer a faculdade de pedagogia”, afirmou.

Incentivo – Além da formação no ensino fundamental I e II, o Projovem Urbano também oferece a qualificação em turismo e uma bolsa-auxílio de R$ 100 para os alunos que tiverem 75% de frequência. Outro benefício é a possibilidade de que os alunos levem seus filhos com idade de 0 a 8 anos, que ficam numa sala de acolhimento. O programa prevê ainda a presença de tradutores e intérpretes de Libras para alunos com problema de surdez.

Para se inscrever, os interessados devem comparecer à Secretaria Municipal de Educação (Seduc), na Avenida Santos Dumont, 640/ 1º andar, no bairro Santo Antônio, de segunda a sexta, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas. As inscrições para os alunos continuam acontecendo mesmo após o início das aulas, em 25 de maio, às 19 horas.