Guarujá é a cidade da região que mais vacinou contra a HPV

Município lidera dados parciais da Baixada Santista de meninas imunizadas contra o vírus

Comentar
Compartilhar
27 MAR 201412h48

Das nove cidades da Baixada Santista, Guarujá é o Município que mais vacinou meninas contra a HPV do que o Guarujá. No total, até a sexta-feira (21), 4.526 munícipes haviam sido vacinadas contra a doença sexualmente transmissível. A campanha contra a HPV continua no Município até o dia 10 de abril, com várias ações.

Nesta quarta-feira (26), como parte do programa preventivo do HPV, a Unidade de Saúde da Família, Usafa, do Jardim Brasil, promoveu vacinação contra o vírus na Escola Municipal Valéria Cristina Vieira da Cruz Silva (Rua Poeta Gregório de Matos, 25 – Jardim Brasil). A ação fez parte do Programa de Saúde na Escola, que leva vacinas, informação e ações, como a contra a dengue, para escolas do município.

Uma das vacinadas na ação desta quarta-feira, contra a HPV, Juliana de Melo Ramos (10 anos), diz que a vacina foi boa e não doeu. Sobre a praticidade de ser vacinada na escola, ela diz: “Facilitou muito a vacina ter vindo à escola porque é mais fácil, não precisa ir até o posto”.

Por idade, a maior quantidade de meninas imunizadas até agora na cidade tinha 13 anos, ao todo, com 1.639. Também foram imunizadas 1.606 garotas de 12 anos e 1.281 de 11 anos. A unidade básica de saúde do Pae Cará foi a unidade de saúde que mais aplicou vacinas contra a doença, com 702 imunizações.

Integrante da Usafa, Elaine Silva dos Santos, explica o trabalho realizado: “mantemos um vínculo com escolas da nossa área de atuação e desenvolvemos o programa ‘Saúde na Escola’, no qual trazemos ações como esta para as unidades educacionais”. A enfermeira, que aplicou a vacina, ressalta que o apoio da comunidade é fundamental.

Elaine esclarece que a vacina necessita da segunda dose depois de seis meses, e que a Usafa retornará à escola para aplicá-la as garotas que participaram da vacinação nesta quarta-feira. “Contamos com agentes comunitários de saúde, enfermeiras, médicas e farmacêuticas”, diz sobre a equipe de trabalho da Unidade de Saúde da Família – Jardim Brasil.

Geoína Tavares Gonçalves, diretora da escola, destaca a importância da ação. “É de fundamental importância a gente ter essa parceria com a Usafa. Às vezes a mãe trabalha e como há confiança na escola, é ótimo a vacinação vir até aqui”.

A diretora se anima também com o evento da Usafa marcado para o dia sete de abril, que trará informação sobre higiene bucal para as crianças da escola, além de promover vacinas da Hepatite B, Difiteria, Tétano, Sarampo, Caxumba e Rubéola para alunos e funcionários.

Campanha - A vacinação contra o papilomavírus humano (HPV), iniciada nas redes de saúde pretende reduzir a incidência do câncer de colo de útero no país pela imunização de meninas entre 11 e 13 anos. A campanha faz parte de uma ação que visa a prevenção contra o segundo câncer que mais mata mulheres no Brasil (colo do útero).