Guarujá conquista R$ 299 mil para mapear áreas de riscos

Plano de Redução de Riscos foi um pleito da Defesa Civil da Cidade

Comentar
Compartilhar
30 ABR 201517h13

Em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes nesta quarta-feira (29), a prefeita de Guarujá, Maria Antonieta de Brito assinou convênio com o Governo do Estado via Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro), no valor de R$ 299 mil para mapear áreas de riscos, como morros e encostas.

O mapeamento servirá para atualizar os dados que o Município já possui, ampliar a atuação da Prefeitura no setor habitacional e a atuação da Defesa Civil. “O Plano de Redução de Riscos (PRR) vai permitir que o Município identifique os riscos na cidade em termos de deslizamentos, instabilidade de solo, onde há famílias que precisam ser removidas dessas áreas, permitindo assim que possamos melhorar o planejamento de nossas políticas públicas”, explicou a prefeita Antonieta.

A atualização do PRR também municia a Prefeitura de subsídios, em que áreas a Defesa Civil vai patrulhar com maior intensidade e onde poderá tranquilizar a população, nas próximas chuvas.

Para o coordenador da Defesa Civil de Guarujá Ademir Altman, o Plano é fundamental para salvaguardar vidas humanas, além de ser um instrumento de atualização de informações junto ao Ministério Público.

“Por exemplo, uma moradia que deixou de ser de risco muito alto, sai da estatística e a Promotoria não precisa pedir que aquela família, ou todas as famílias de determinada área sejam retiradas, ou não. Com o mapeamento também saberemos onde deveremos entrar com obras, sistema de drenagem, captação, monitoramento e até mesmo fazer com que aquela comunidade consiga se auto ajudar no momento de alguma catástrofe”, diz Altman.

Para todo estado de São Paulo, a Secretaria de Recursos Hídricos liberou R$ 118 mi para projetos e obras nos setores de água e saneamento. “Os recursos vão ser aplicados de forma descentralizada”, afirmou o governador Geraldo Alckmin. “Eles (recursos) serão de responsabilidade das prefeituras ou das entidades da sociedade civil”, completou. Foram firmados 296 contratos, 84% deles com municípios, 12% com entidades da sociedade civil e outros 4% com órgãos estaduais.

Também estiveram presentes à cerimônia, o Secretário Estadual de Recursos Hídricos Benedito Braga e o Chefe da Casa Civil, Edson Aparecido, entre outras autoridades.