Guarujá busca investimentos em ‘Atenção Básica’ junto ao Ministério da Saúde

A Atenção Básica do Município passa por uma grande reestruturação. Foram construídas duas Unidades de Saúde da Família.

Comentar
Compartilhar
05 FEV 201321h16

O secretário municipal de Saúde, Augusto Bustamante, e a diretora de Regulação e Atenção Básica, Jamile Cristina Fávero, estiveram em Brasília, na última semana, participando do anúncio de novos investimentos para Sistema Único de Saúde – SUS, no Ministério da Saúde.

A participação de Guarujá teve como foco principal os investimentos na Atenção Básica. Na ocasião, o secretário assinou novas portarias que beneficiarão ainda mais o acesso e qualidade no atendimento aos seus beneficiários. “O foco principal do encontro foi a Atenção Básica de Saúde. Debatemos ações estratégicas e todos os desafios que envolvem a gestão municipal do SUS”, explicou Bustamante.  

A Atenção Básica do Município passa por uma grande reestruturação. Foram construídas duas Unidades de Saúde da Família (Usafas): uma no Jardim Progresso e a Janduí de Souza Moreira, no Jardim Las Palmas. Além disso, antigas unidades de saúde foram transformadas em Usafas depois de reformadas, caso das unidades Jardim dos Pássaros e Vila Áurea, e a Usafa Vila Zilda foi reformada e ampliada.

Duas unidades serão entregues ainda neste semestre: Jardim Conceiçãozinha e Morrinhos. Na sequência, serão iniciadas as obras das unidades da Vila Rã, Jardim Helena Maria e Vila Baiana. Com os investimentos em infraestrutura das unidades, Guarujá, que conta atualmente com 25 equipes de Saúde da Família, passará a ter 55 equipes ainda este ano. 

A Atenção Básica do Município passa por uma grande reestruturação (Foto: Divulgação)

O Ministério da Saúde abriu uma linha de financiamento para construção, reforma e ampliações e Guarujá está inserido nesse programa. O Município tem até março para entregar o levantamento de unidades a serem beneficiadas.

“Muitos programas foram e estão sendo implantados sempre com a finalidade de melhorar o acesso, acolhimento e a qualidade no atendimento aos usuários do SUS. Estamos estamos avançando com coragem e vontade, que são componentes que não nos faltam” declarou o secretário.