Governador Alckmin inclui medicamentos na lista de produtos da cesta básica

Carga tributária de oito medicamentos foi reduzida de 18% para 7%

Comentar
Compartilhar
07 JUL 201415h17

O governador Geraldo Alckmin firmou medida que inclui medicamentos na relação de produtos que compõem a cesta básica paulista. O Decreto nº 60.630, publicado no Diário Oficial do Estado de sexta-feira, 4/7, altera a base de cálculo do ICMS de oito medicamentos reduzindo a carga tributária desses produtos de 18% para 7%. 

O benefício tem amparo no Convênio ICMS-128/94 do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e abrange os seguintes princípios ativos:

Analgésico Antitérmico: Paracetamol
Analgésico Opióide: Tramadol
Antiasmático: Montelucaste de sódio
Antibacteriano: Amoxicilina + Clavulanato
Anticontraceptivo: Levonorgestrel isolado ou em associação
Anticonvulsivantes: Carbamazepina
Anti-inflamatório: Ibuprofeno
Tratamento da Artrose: Sulfato de glicosamina/condroitina

O Decreto nº 60.630, publicado no Diário Oficial do Estado de sexta-feira, 4/7, altera a base de cálculo do ICMS de oito medicamentos (Foto: Divulgação)