Governador Alckmin entrega primeira etapa do Trecho Leste do Rodoanel

Segmento estratégico faz a ligação das rotas entre o Aeroporto de Cumbica e o Porto de Santos, e reduzirá em pelo menos 40% o tempo de viagem do motorista

Comentar
Compartilhar
03 JUL 201412h18

O governador Geraldo Alckmin anuncia hoje a entrega do primeiro trecho do Rodoanel Leste entre a interligação com o Trecho Sul e a Rodovia Ayrton Senna (SP-70). As pistas serão liberadas ao tráfego na sexta-feira, dia 4. A abertura da via proporcionará ao motorista que faz o percurso entre a Ayrton Senna e o Trecho Sul uma redução de pelo menos 40% no tempo de viagem. No total, o investimento no Trecho Leste do Rodoanel é de R$ 3,6 bilhões. A obra é realizada pela concessionária SPMar (como parte do contrato de concessão do Trecho Sul, que passou vigorar em março de 2011), e tem a fiscalização da ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo.

A estimativa é que o Trecho Leste do Rodoanel receba diariamente cerca de 43 mil veículos quando estiver totalmente concluído, dos quais entre 40% e 50% sejam caminhões. Pelo segmento entregue hoje a estimativa é de que passem 33,2 mil veículos por dia. Atualmente, utilizando a Avenida Jacú-Pêssego como alternativa, o motorista leva cerca de 38 minutos para ir da Ayrton Senna até o entroncamento com o Trecho Sul, considerando que o trânsito esteja bom. Pelas pistas entregues hoje pelo Governador nesta quinta-feira, o percurso poderá ser feito em 23 minutos. A ligação entre os dois pontos é de grande importância logística por fazer a conexão entre as rotas que levam ao Aeroporto Internacional de Cumbica e ao Porto de Santos, ambos estrategicamente importantes economicamente pela quantidade e variedade de cargas que movimentam diariamente.

O segmento é estratégico e também será alternativa para o motorista que vai da Zona Leste da Capital para a região do ABC e para os municípios do Alto Tietê. No horário de pico, é estimado que o ganho nessa viagem – que também seria realizada pelo Corredor Jacú-Pêssego – poderá ser de até uma hora. Além de conforto para o motorista e desenvolvimento para a economia do Estado e do País, com redução nos custos de viagens, o Trecho Leste do Rodoanel trará benefícios para o trânsito dos municípios da Grande São Paulo, devido a grande quantidade de caminhões que vai tirar das ruas e avenidas dessas cidades.

O governador Geraldo Alckmin anuncia hoje a entrega do primeiro trecho do Rodoanel Leste entre a interligação com o Trecho Sul e a Rodovia Ayrton Senna (SP-70) (Foto: Agência Brasil)

Obras em andamento. Os 37,7 quilômetros de pistas inauguradas pelo governador hoje representam 81,6% da obra, que terá um total 43,5 quilômetros de extensão. A segunda etapa do empreendimento, da Rodovia Ayrton Senna até a Rodovia Presidente Dutra (SP-116), tem 5,8 quilômetros e será entregue ainda no segundo semestre deste ano. Além da ligação com a Dutra e a Ayrton Senna, o Trecho Leste terá acesso à Rodovia João Afonso de Souza Castellano (SP-66), acesso a Mogi das Cruzes e cidades vizinhas, e à Avenida Papa João XXIII, na interligação com o Trecho Sul. Os municípios cortados pelo Trecho Leste são Arujá, Itaquaquecetuba, Mauá, Poá, Suzano e Ribeirão Pires.

Novo acesso. Durante a entrega da primeira etapa das obras do Trecho Leste, o Governador Geraldo Alckmin anunciou a inclusão de uma nova alça de acesso no projeto original das pistas. O novo dispositivo ligará a via à Estrada dos Fernandes, importante via arterial que faz ligação com as regiões do ABC e do Alto do Tietê, na divisa de Suzano com Ribeirão Pires, amplificando, assim os benefícios da implantação do Trecho Leste do Rodoanel. O prazo de execução da obra é de 12 meses.

Trecho Norte. Também está em andamento a construção do Trecho Norte do Rodoanel, que terá 44 quilômetros de extensão, e é executado pela Dersa. As obras foram iniciadas em março de 2013 e têm previsão de conclusão para março de 2016. O trecho passará pelas cidades de São Paulo, Arujá e Guarulhos e terá ainda uma ligação de 3,6 quilômetros com o Aeroporto Internacional de Guarulhos. No Trecho Oeste, a via fará confluência com a Avenida Raimundo Pereira Magalhães, enquanto no Trecho Leste, a intersecção será feita com a Dutra.