Gestores das unidades de saúde recebem treinamento sobre qualidade de vida

No mês de prevenção e combate à hipertensão, a Secretaria de Saúde oferece orientação e capacitação aos enfermeiros e agentes comunitários

Comentar
Compartilhar
14 ABR 201516h24

Em comemoração ao Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, celebrado em 26 de abril, a Prefeitura de Guarujá preparou uma programação durante todo o mês, envolvendo os gestores das unidades de saúde. A Secretaria de Saúde do Município realiza capacitação com foco no atendimento aos hipertensos e demais doenças crônicas.

A iniciativa pretende reforçar o atendimento preventivo a essas doenças em todas as unidades de saúde da família (Usafa) e unidades básicas de saúde (UBS), durante os dias 22, 23 e 24 deste mês.

Nesta segunda-feira (13), foi realizada uma dessas capacitações na Secretaria de Saúde. O encontro servirá para multiplicar as orientações e praticas à população. Cabe às gestoras passarem os conhecimentos dados na aula aos enfermeiros, médicos e agentes comunitários de saúde de sua unidade, buscando orientar a população quanto à importância da mudança de hábitos na saúde.

Na próxima semana, nos dias 22, 23 e 24, a partir das 9 horas, todas as unidades de saúde municipal estarão atendendo a população, aconselhando os munícipes com a prática de atividades físicas, alimentação saudável, entre outros aspectos.

Quem ministra as aulas é o médico cardiologista da Rede, Alberto Borga Medeiros, que destaca a parcela de responsabilidade da população em relação à própria saúde. “Apenas 10% da saúde do individuo é influenciada pela medicação ou intervenção médica. Os demais são resultados da mudança de hábitos de cada um”, exemplifica o médico.

“Queremos mostrar aos munícipes, por meio dos funcionários da rede, que eles podem ter uma vida melhor, ou melhorar seus estados de saúde com ações simples, como andar no calçadão da praia”, explica Medeiros.

De acordo com a coordenadora de Atenção Básica da Sesau, Angela Segatini, a iniciativa é promover a saúde do munícipe. Para a coordenadora, as pessoas estão, inevitavelmente ou não, propícias a adoecer, por isso é preciso “investir em ações que reforcem as principais fontes de prevenção, como a atividade física somada a uma alimentação saudável”.

Angela destaca que esta é uma responsabilidade da população, porém um dever da gestão municipal apoiar. “Nós, como Prefeitura, vamos atender, orientar e dar medicação se necessário, mas, se a população se cuidar, não precisaremos desse procedimento”, explica.

No sábado (25), também haverá comemoração. A partir das 9 horas, na Praça 14 Bis, acontece um atendimento especializado com enfermeiros e agentes comunitários de saúde sem agendamento prévio. No local, os funcionários vão aferir a pressão dos participantes e orientarão quanto qualidade de vida.