GCM Ambiental resgata ave e tartaruga-verde em São Vicente

Garça estava no Parque São Vicente e tartaruga na praia do Itararé

Comentar
Compartilhar
28 MAI 2020Por Da Reportagem14h03
A tartaruga-verde foi encaminhada ao Instituto Gremar para a realização de necrópsiaFoto: Divulgação/PMSV

Na última terça-feira (26), a Guarda Civil Ambiental de São Vicente, coordenada pela Secretaria do Meio Ambiente e Defesa Animal (SEMAM),  realizou o resgate de uma garça, que estava na rua Vereador Lourival Moreira do Amaral, no Parque São Vicente. A ave apresentava fratura na asa direita, por conta de linha com cerol.

A garça foi encaminhada para avaliação clínica no Instituto Gremar, localizado no Guarujá.

No mesmo dia, a equipe resgatou uma tartaruga-verde, que estava na Praia do Itararé, próximo ao Teleférico. No entanto, o animal marinho já estava morto, emaranhado à rede de pescaria no pescoço.

A tartaruga-verde foi encaminhada ao Instituto Gremar para a realização de necrópsia.

A GCM Ambiental ressalta que qualquer atividade que venha ferir, lesionar ou mutilar animais e aves silvestres, a pessoa responderá como Crime Ambiental, conforme a Lei 9.605/98, ressaltando, ainda, que é crime a atividade de usar cerol para empinar pipa, bem como o comércio de vendas de linhas Chilena, de acordo com a Lei Estadual n° 17.201/2019.

Qualquer cidadão poder fazer a denúncia para as autoridades competente. Vela ressaltar que a atividade de pesca em local proibido também é crime ambiental.

Resgate de animais ou aves silvestres ou marinhos, o cidadão pode entrar em contato com a Semam pelo telefone (13) 99615-4295 ou no 153, da Guarda Civil Municipal.