GOVERNO SAUDE

Galhos despencam de árvore e assustam moradores no Boqueirão, em Santos

As árvores em questão ficam no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua Tomé de Souza, na altura do número 3 da última via

Comentar
Compartilhar
13 FEV 2020Por LG Rodrigues07h30
Funcionários de escritório de advocacia pedem para que Prefeitura de Santos envie equipes para realizar poda de árvoresFoto: Nair Bueno/DL

A falta do serviço de poda em duas árvores localizadas no bairro Boqueirão, em Santos, preocupa pessoas que trabalham em um escritório de advocacia localizado na Avenida Afonso Pena. De acordo com os funcionários, vários galhos já despencaram no telhado do imóvel e mais recentemente um deles caiu na calçada, colocando a risco os pedestres que trafegam pela região.

As árvores em questão ficam no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua Tomé de Souza, na altura do número 3 da última via. Devido à falta de poda, funcionários do escritório Paccillo Advogados Associados afirmam que sofrem com problemas de galhos que despencam sobre os telhados do imóvel.

"Em março nós pedimos a poda da raiz à Prefeitura e só vieram em outubro, mas não podaram os galhos. Entramos com um novo pedido de poda porque os galhos já estão caindo no nosso telhado e agora começaram a cair na calçada", afirma Thalita Perlatti.

Recentemente, entretanto, a situação começou a preocupar os funcionários do escritório, uma vez que galhos localizados acima da calçada também despencaram, colocando em risco os moradores da rua e outras pessoas que trafegam pela região.

"Poderia ter atingido alguém na rua e é uma área comum do escritório. Estamos com esse problema e a prefeitura alegou que a prioridade seria realizar a poda das áreas próximas à passagem dos carros alegóricos", explica.

Em nota, a Prefeitura de Santos afirmou que entre os meses de agosto de 2019 e janeiro deste ano, a execução de poda de árvores na cidade foi reduzida, devido ao encerramento do contrato com a empresa que fazia o serviço. Neste período, equipes da Secretaria de Serviços Públicos (Seserp) atenderam as demandas mais urgentes, até o final do trâmite legal da licitação do serviço, que foi concluído no último dia 29, com a assinatura da ordem de serviço com a empresa Verdan.

A Administração Municipal afirma ainda que a nova prestadora de serviço terá mais equipamentos que a anterior, além de disponibilizar um aparelho chamado tomógrafo por impulso, capaz de analisar o estado de saúde das árvores. Com o novo contrato, a Seserp tem como meta para este ano um trabalho contínuo de poda nas vias da cidade e não apenas em casos pontuais, demandados por moradores. Por conta disso, em breve, será divulgada a programação de poda, que já começou na Avenida Moura Ribeiro, no bairro do Marapé. O serviço de remoção de troncos deve ser retomado a partir de março.