Gabinete de Gestão Integrada Municipal debate ações de segurança pública

O encontro contou com a presença de representantes das Polícias Militar e Civil, GCM, Sabesp, Câmara Municipal e ACAI

Comentar
Compartilhar
26 JUL 2018Por Da Reportagem22h20
O encontro aconteceu na última quarta-feira (25), no Paço MunicipalO encontro aconteceu na última quarta-feira (25), no Paço MunicipalFoto: Divulgação/PMI

Buscando uma maior integração entre as forças policiais, comerciantes e moradores da Cidade, a Prefeitura de Itanhaém, por meio da Secretaria de Trânsito e Segurança Municipal, realizou mais uma reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM). O encontro aconteceu na última quarta-feira (25), no Paço Municipal, e contou com a presença de representantes das Polícias Militar, Civil, GCM, Sabesp, Câmara Municipal e Associação Comercial de Itanhaém (ACAI).

Durante a reunião os participantes tiveram a oportunidade de expor suas ideias na busca para encontrar soluções que irão aperfeiçoar a segurança pública de Itanhaém. No encontro, foram debatidos temas como: ampliação do monitoramento da Cidade, por meio de câmeras inteligentes; a nova Lei Municipal 4.252, que trata das punições referentes ao som alto; moradores de rua que vivem nas praças do Município; Operação Verão 2018/2019 e diminuição nas taxas de crimes em Itanhaém.

De acordo com secretário de Trânsito e Segurança Municipal, Milton Saldiba Passareli, esses encontro são de imensa importância para que juntas, as ideias tragam grandes benefícios à população. "Estamos trabalhando na busca por uma integração cada dia maior, somente com a junção de forças iremos fortalecer a segurança pública de nossa Cidade".

"A Polícia Civil, dará total apoio para que a sociedade de Itanhaém esteja mais segura. Esses encontros são de grande valia, pois é através do diálogo, dessa troca ideias e informações que os resultados serão obtidos num curto, médio e longo prazo. É importante que essas reuniões da GGIM, aconteçam com maior frequência, assim trataremos de metas e a população será a grande beneficiada", disse Carlos Henrique Fogolin de Souza, Delegado Seccional de Itanhaém.