X

Cotidiano

Fundação Settaport realiza bazar de eletroeletrônicos nesta sexta-feira

Com os feirões realizados regularmente, o centro de reciclagem oferece produtos usados, de qualidade, em funcionamento e com preços acessíveis

Da Reportagem

Publicado em 12/07/2018 às 18:19

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O galpão está localizado na Avenida Conselheiro Nébias, 85, no bairro do Paquetá / Divulgação/PMS

O Centro de Reciclagem de Lixo Eletrônico da Fundação Settaport realiza nesta sexta-feira mais uma edição do bazar de eletroeletrônicos. O galpão, localizado na Avenida Conselheiro Nébias, 85, no bairro do Paquetá, abre das 9h às 17h para expor ao público produtos que ainda funcionam ou que podem ser reaproveitados, tais como teclados, mouses, CPUs, monitores, geladeiras, lavadoras, entre outros equipamentos e acessórios de uso doméstico.

Além de promover a circulação de peças e equipamentos, o bazar tem como objetivo buscar a sustentabilidade financeira do único CRLE da Baixada Santista, instituição que recolhe, recupera e pratica a logística reversa, quando a matéria prima retorna ao processo produtivo sem prejudicar a saúde da população e o meio ambiente.

O presidente da Fundação Settaport, Chico Nogueira, enfatiza a necessidade de projetos como este terem cada vez mais espaço na sociedade. “A reciclagem faz com que tenhamos respeito ao meio ambiente e também uma nova cultura de preservação. Precisamos pensar nas nossas futuras gerações”.

De janeiro a junho deste ano, o Centro de Reciclagem da Fundação Settaport coletou 95 toneladas de lixo eletrônico e recuperou cerca de 60 computadores, que foram destinados aos Núcleos de Inclusão Digital mantidos pela Fundação Settaport, que atendem crianças e adultos gratuitamente em diversos bairros da cidade de Santos.  

Para agendar a coleta apenas de aparelhos eletroeletrônicos, moradores das nove cidades da Baixada Santista podem entrar em contato pelo telefone (13) 3221-5546.

 

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Emergenciais

Estado diz que investiu R$ 2,2 milhões em obras no Escolástica Rosa

O conjunto arquitetônico formado por salas de aula, orfanato, capela e oficinas profissionalizantes foi inaugurado em 1908

RUÍNAS

Restauração do Escolástica Rosa começa no 'fim do mês', diz Nupec

Patrimônio histórico tombado foi inaugurado em 1908 à beira-mar e formou gerações de santistas, mas está abandonado, tomado pelo mato e em ruínas

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter