França envia porta-aviões para o Golfo Pérsico para combater Estado Islâmico

O presidente François Hollande anunciou o envio dias após os ataques terroristas em Paris, em janeiro

Comentar
Compartilhar
23 FEV 201517h16

A França implantou um porta aviões no Golfo Pérsico com o objetivo de fortalecer suas operações militares contra os extremistas do Estado Islâmico no Iraque.

O presidente François Hollande anunciou o envio dias após os ataques terroristas em Paris, em janeiro. A intenção é intensificar o trabalho em conjunto com a coalizão liderada pelos Estados Unidos.

Um oficial do Exército francês afirmou que os aviões de guerra iniciam as operações nesta segunda-feira do aeroporto Charles de Gaulle e o ministro da Defesa, Jean-Yves Le Drian, já conheceu o porta aviões.

A França tem sido um dos participantes mais ativos na coalizão, sendo responsável por frequentes ataques aéreos no Iraque.

Segundo a imprensa francesa, dois mil militares estão a bordo do porta aviões, que carrega um submarino, uma fragata aérea de defesa e uma fragata contra ataques de submarinos.