Força-tarefa atua em reintegração de posse às margens da Rodovia dos Imigrantes

Em outra ação, fiscais detectaram um lava-rápido furtando água de uma escola municipal

Comentar
Compartilhar
07 MAR 2017Por Da Reportagem20h40

A Força-Tarefa Permanente de São Vicente continua atuando para coibir abusos no Município. No começo dessa semana, duas ações destacaram-se. No final da tarde de segunda-feira (6), foi descoberto um lava-rápido furtando água de uma escola municipal. Já na manhã desta terça (7), houve a notificação de reintegração de posse às famílias que vivem irregularmente às margens da Rodovia dos Imigrantes.

Neste segundo caso, foi dado um prazo de 20 dias para a saída das famílias que vivem nos barracos irregulares, nas imediações das avenidas Capitão Luiz Pimenta e da marginal do Rio d’Avó, no Parque Bitaru. Participaram da ação o Ministério Público Estadual (MP-SP), as polícias Militar e Civil, Guarda Civil Municipal e a Prefeitura, representada pelas secretarias da Habitação, Meio Ambiente, Governo, Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas e Assistência Social.

As famílias foram cadastradas pela Assistência Social e, se necessário, serão encaminhadas a um dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) do Município. A reintegração de posse está embasada na concessão de tutela antecipada concedida pelo juiz da Vara da Fazenda Pública de São Vicente, Fábio Francisco Taborda. A ação foi definida na reunião mensal da Força-Tarefa permanente, realizada na sexta-feira (3).

Irregularidades

Em outra ação da Força-Tarefa Permanente, fiscais encontraram um lava-rápido furtando água em uma escola municipal, no Catiapoã. A iniciativa criminosa era feita diretamente da caixa d’água da unidade escolar. No local, outra irregularidade detectada pela Secretaria do Comércio: o estabelecimento comercial irregular funcionava em uma área do Município. Dois homens foram detidos pela Polícia Militar, tendo prestado depoimentos, nesta terça-feira (7).