Fiscalização apreende quase 12 mil produtos em Praia Grande

Óculos de sol foram os itens mais recolhidos na Operação Verão

Comentar
Compartilhar
19 FEV 201312h17

Fiscais da Secretaria de Finanças (Sefin) apreenderam 11.277 mercadorias vendidas ilegalmente nas praias e ruas da de Praia Grande, durante a Operação Verão 2012/2013. Os óculos de sol foram os produtos mais recolhidos pelas equipes, seguido por artigos de praia e cerveja. A intensa fiscalização ocorreu durante dezembro, janeiro e fevereiro, mas prossegue durante todo o ano.

Para o chefe do Departamento da Receita, José Augusto Lopes, o resultado da operação foi satisfatório e inibiu o comércio clandestino na Cidade. “Com a intensificação da fiscalização, observamos uma redução no comércio ilegal, o que se mostrou efetivamente no número de apreensões. Na edição anterior foram cerca de 20 mil itens apreendidos. Tivemos, no total, 116 pessoas envolvidas no trabalho. As equipes agiram em toda a Cidade, das 8 até as 2 da manhã”.

Nesta edição da Operação Verão, o destaque foi a ação especial realizada durante o Carnaval visando a apreensão de sprays, conhecidos como “espumas de carnaval”. No total, foram recolhidos 2.135 frascos. No geral, o número de óculos de sol apreendidos chegou a 3.006 itens. Na sequência, vieram os artigos de praia, com 1.383 unidades e as latas de cerveja, com 634 unidades apreendidas.

Operação foi realizada de dezembro de 2012 a fevereiro de 2013 (Foto: Jairo Marques/ Divulgação)

Segundo Lopes, as apreensões visam, principalmente, proteger moradores e turistas do consumo de mercadorias de origem desconhecida. “A maioria dos produtos clandestinos são de origem duvidosa ou não obedecem à legislação no que se refere à higiene e transporte. Além disso, grande parte desses comerciantes clandestinos é de outras cidades ou de outro Estado. Esses vendedores se aproveitam da temporada para vir à região, prejudicando os comerciantes e ambulantes que pagam seus impostos”, destacou.

O chefe do Departamento da Receita enfatizou, ainda, que durante a Operação Verão também foram fiscalizados estabelecimentos comerciais regulares. “Houve uma maior conscientização por parte dos comerciantes da Cidade, na busca de se adequarem à legislação.
Além do Alvará da Vigilância Sanitária, que trata diretamente da higiene do local, foi dada atenção especial à segurança nos estabelecimentos, em especial ao AVCB (Alto de Vistoria do Corpo de Bombeiros). Quem ganha com isso é o consumidor, seja ele turista ou morador, pois passa a dispor de produtos e serviços com melhor qualidade e locais mais seguros”, considerou.

A fiscalização de produtos clandestinos em Praia Grande continua durante todo o ano e a população pode auxiliar com denúncias, que poder ser feitas pelo telefone 3496-2236 ou 3496-2199. O Departamento da Receita funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16 horas, no Paço Municipal (guichê 16). O endereço é Avenida Presidente Kennedy, 9.000, no Bairro Mirim.