Festejos de Iemanjá de PG são elogiados pelos participantes

Tradicional evento religioso e cultural termina na noite de domingo (9).

Comentar
Compartilhar
08 DEZ 201220h59

Flores, roupas brancas, velas e oferendas à maior divindade da Umbanda marcaram o início da segunda etapa dos Festejos de Iemanjá, em Praia Grande, no sábado (8). A tradicional festa religiosa e cultural, que segue até a noite de domingo (9), acontece na Cidade há cerca de 40 anos.

O evento é organizado pela Secretaria de Cultura e Turismo de Praia Grande e realizada por Cultos de Matrizes Africanas, Espíritas, Espiritualistas e Umbandistas, e simpatizantes da Rainha do Mar. A festa tem concentração na estátua de Iemanjá localizada no calçadão do Bairro Mirim. A previsão da Secretaria de Cultura e Turismo de Praia Grande (Sectur) é de que, nos dois finais de semana, aproximadamente 35 mil pessoas participem dos festejos.

Segundo Vitória Ferreira dos Santos, de 67 anos, da Tenda de Umbanda Caboclo Gentil e Sultão das Matas, de Barueri, a organização da festa está de parabéns. “Já participo dos festejos há muitos anos e cada vez mais a festa melhora”.

Para Vitória dos Santos Praia Grande tem a melhor festa para Iemanjá do Estado. “É grandioso. É muito bonito ver toda essa ente aqui agradecendo as benções e dádivas recebidas. É um momento de reflexão e muita paz”, explicou.

União é um dos aspectos dos festejos mais importantes apontado por Georgina Rosa da Silva, de 63 anos. Ela, que participa da Tenda de Umbanda Pai Ogum da Pedra Roxa, de São Paulo, afirmou que mesmo quem não segue os ensinamentos de Iemanjá respeitam e procuram participar da festa. “É um momento muito bom de amor ao próximo. Além disso, a festa é muito bonita, assim como a orla de Praia Grande, o que já é um atrativo à parte”, afirmou.

A festa tem concentração na estátua de Iemanjá localizada no calçadão do Bairro Mirim (Foto: Divulgação)