Festa de luz no céu da Região

Escolha em que lugar da Baixada você vai passar a virada do ano e assistir as queimas de fogos

Comentar
Compartilhar
30 DEZ 201210h20

Quem vai passar a virada de ano na Baixada Santista, poderá escolher o melhor ponto ou a melhor Cidade para assistira queima de fogos. Os municípios prepararam eventos e reservaram toneladas de fogos de artifício para comemorar achegada de 2013.

Um milhão de turistas são aguardados em Santos para a queima de fogos deste ano. Serão 30 toneladas espalhadas em oito pontos da orla da praia. Mais seis pontos serão espalhados entre a Área Continental, os Morros e a Zona Noroeste.

Já na Praia Grande, quando os relógios marcarem zero hora do dia 1º de janeiro de 2013, munícipes e turistas poderão conferir a tradicional queima de fogos do Réveillon em dez pontos diferentes da Cidade por cerca de 15 minutos.Quatro desses serão realizados na faixa de areia das praias dos bairros Ocian, Caiçara, Solemar e Guilhermina, além de mais seis com fogos instalados nos bairros Canto do Forte, Sítio doCampo, Antártica, Quietude, Nova Mirim e Samambaia.

Mais de um milhão de pessoas são esperadas para a tradicional queima de fogos em Santos: 30 toneladas em 15 minutos. (Foto: Divulgação/ PMS)

Em Bertioga, a novidade este ano será o “Baile de Réveillon”,que começa nos primeiros minutos de 2013. Após a contagem regressiva e a queima de fogos com 15 minutos de duração, Meduza’s Band subirá ao palco montado na Praça de Eventos da praia da Enseada (Centro) com repertório para todos os gostos.

Em Guarujá, o show da virada acontecerá simultaneamente em seis pontos estratégicos. Ao todo, serão utilizadas 40 toneladas de fogos. Na Praia de Pitangueiras, principal ponto da queima, os show pirotécnico durará 15 minutos. Com fogos que atingem de 60 a 200 metros de altura,será possível assistir a queima na praia vizinha, das Astúrias. A expectativa da Prefeitura de Guarujá é de reunir, só no dia 31, aproximadamente um milhão e meio de pessoas em toda orla do Município. Haverá ainda queima de fogos no Jardim Virgínia, Distrito de Vicente de Carvalho e nos bairros Santa Rosa, Morrinhos e Perequê.

Em Itanhaém, a Festa da Virada vai começar no dia 31, às 21 horas, na Praia do Sonho, com contagem regressiva, queima de fogos e show da dupla sertaneja Luiz Miguel e Daniel.

Em Cubatão, a queima de fogos não entrou para a lista de eventos cortados da agendada Cidade por conta da falta de verba. Os munícipes vão poder comemorar a virada com o já tradicional espetáculo de fogos de artifício na chegada de 2013. 17 toneladas de material pirotécnico iluminarão o céu do Jardim Casqueiro nos 12 primeiros minutos do próximo ano. Como em anos anteriores,os fogos serão disparados da Ilha Pompeba. A programação festiva tem o patrocínio da empresa Terracom. A festa da passagem de ano será animada por três atrações musicais. Às 21 horas sobe ao palco o grupo Samba Gueto. Em seguida, às 22h30, é a vez da dupla Rodrigo e Adriel. E o show da virada, após a queima de fogos, fica a cargo de Lobão e Quinteto.

A festa da virada em Peruíbe acontece a partir da zero hora do dia 1 de janeiro de 2013, com a tradicional queima de fogos na praia do Centro. Após o show de luzes no céu, a banda baile Celebration vai embalar a noite com muita música.

O Réveillon, em Mongaguá terá grande queima de fogos nas praias do Centro e Agenor de Campos (Plataforma de Pesca). Após o show pirotécnico, haverá música na praia do Centro, próximo à Avenida Dudu Samba.

Sem festa

Em São Vicente, conforme publicado em novembro pelo Diário do Litoral, o prefeito eleito Luis Claudio Bili (PP) vetou a queima de fogos e shows durante a virada do ano. A festa de Ano-Novo na Cidade não contará com recursos da Administração Municipal. De 2011 para 2012, a Prefeitura desembolsou R$ 500 mil para a comemoração. “A política do pão e circo acabou em São Vicente”, diz o futuro prefeito, que pretende rever todos os contratos de tradicionais festas da Cidade.

“O povo vai ter que fazer a sua festa (de ano novo). O Município não pode gastar R$ 500 mil em fogos de artifício e shows, nos primeiros minutos de 2013, com as dívidas que têm”, ressalta.