EUA: mortos em deslizamento de terra chegam a 30

O maior desafio agora é comprovar a identidade de todos os corpos, um esforço não apenas dos legistas, mas também de dentistas e detetives

Comentar
Compartilhar
03 ABR 201413h22

Subiu para 30 o número de mortos identificados no deslizamento de terra que encobriu a pequena comunidade de Oso, no estado norte-americano de Washington.

O último corpo identificado é o de Gloria Halstead, de 67 anos, que, segundo os legistas, morreu por conta de múltiplas lesões causadas pelo acidente. A idosa estava na lista de desaparecidos, que agora cai para 17 pessoas.

As equipes seguem os trabalhos de busca entre os escombros da pequena comunidade soterrada em 22 de março. O maior desafio agora é comprovar a identidade de todos os corpos, um esforço não apenas dos legistas, mas também de dentistas e detetives.

Subiu para 30 o número de mortos identificados no deslizamento de terra que encobriu a pequena comunidade de Oso (Foto: Elaine Thompson/Associated Press/Estadão Conteúdo)

"Este é um processo metódico e meticuloso", disse Norman Thiersch, legista do Condado de Snohomish.

Embora as identidades de 28 dos 30 mortos terem sido confirmadas, as autoridades divulgaram até agora apenas 27 nomes. A lista de vítimas deve ser atualizada até o final da semana.