Estado vai investir R$ 195 milhões nas estradas do Vale do Ribeira

Secretaria de Logística e Transportes já encomendou estudos para definir investimentos permanentes para integrar as malhas rodoviárias e ferroviárias

Comentar
Compartilhar
25 NOV 2019Por Da Reportagem15h01
João Octaviano Machado Neto prometeu que serão aplicados R$ 195 milhões na malha rodoviária do ValeFoto: Divulgação

O secretário de Logística e Transportes do Estado de São Paulo, João Octaviano Machado Neto, prometeu aos prefeitos do Vale do Ribeira, recebidos em audiência marcada pela deputada federal Rosana Valle (PSB/SP), que serão aplicados R$ 195 milhões na malha rodoviária do Vale. Além disso, tem planos para  aproveitar  trechos remanescentes  da linha ferroviária entre Cajati e São Vicente.

A pasta já encomendou estudos para definir investimentos permanentes para  integrar as malhas rodoviárias e ferroviárias do Vale do Ribeira a outras regiões do Estado e do País. 

A iniciativa faz parte do Programa Vale do Futuro, lançado recentemente pelo governador João Dória. O estudo atende  estratégia definida por sete  governadores que formam o Consórcio de Integração Sul-Sudeste, o CONSUD. Os estados, juntos, são responsáveis por 70% do PIB Nacional. 

Segundo o secretário, " o Vale do Ribeira e a Baixada Santista entram nesse contexto logístico para o escoamento da produção industrial e agrícola".

Estradas  

Os investimentos anunciados neste pacote de R$ 195 milhões, do Tesouro do Estado, incluem a Rodovia SP 79, que liga Tapiraí a Juquiá; a SP 165, entre Juquiá e Sete Barras; a SP 226, entre Pariquera-Açu e Cananéia; a ligação Jacupiranga-Eldorado; a ligação Iporanga-Apiaí, obras  com editais a serem publicados ainda este ano.

Outra boa notícia para o Vale do Ribeira foi a realização para este ano de obras de recuperação de cinco estradas vicinais na região: Capitão Braz, Barra do Braço, Pedrinhas, Moraes, Manoel da Nóbrega.

Rosana Valle abriu a reunião lembrando que, por  conta da sua acidentada topografia, repleta de rios, montanhas e vales, o Vale do Ribeira precisa de uma atenção extra na manutenção das suas estradas vicinais. “Os agricultores muitas vezes são obrigados a enfrentar danos nas estradas por conta de enchentes, deslizamentos, queda de árvores, trasbordamento de rios. Os prefeitos do Vale do Ribeira são prefeitos também das zonas rurais de suas cidades. Eles são cobrados a recuperar e manter estradas e pontes e assim garantir o escoamento da produção agrícola”.

A parlamentar ressaltou que o Programa Vale do Futuro, lançado pelo governador João Doria, vai garantir um apoio efetivo, com repasse de recursos, para que os prefeitos possam fazer o que precisam neste novo momento da Região.
Participaram da audiência os prefeitos de Apiaí,  Luciano Polaczek( MDB ); de Eldorado, Durval Adélio de Morais, o Vadico( PR ); de Juquiá, Renato Soares(MDB); de Iporanga, Valmir da Silva (PSDB); o vereador de Tapiraí, Lucas Lopes Figueiredo(PSB); Cláudio Bolsonello, secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos de Registro , representando o prefeito Nilton Hirota; Rodrigo Oliveira, assessor parlamentar para o Vale do Ribeira e Flávio Santana, chefe de Gabinete da deputada.