Estado removerá semáforos da Imigrantes em 2013

Secretaria de Transportes e DER anunciaram pacote de R$ 700 milhões em investimentos nas rodovias estaduais da Região

Comentar
Compartilhar
26 SET 201210h47

A eliminação dos semáforos no trecho de São Vicente da Rodovia dos Imigrantes e a construção de dois viadutos no local para atender ao volume de tráfego com destino ao litoral sul devem começar no próximo ano. As obras fazem parte de um pacote de R$ 700 milhões em investimentos em infraestrutura nas rodovias estaduais da Baixada e Vale do Ribeira. O pacote foi anunciado na manhã de ontem pela Secretaria de Logística de Transportes do Estado e Departamento de Estradas de Rodagem (DER), na reunião do Comitê de Logística e Infraestrutura do Porto de Santos, na Codesp.

Segundo o superintendente do DER, Clodoaldo Pelissioni, o programa de recuperação das rodovias não pedagiadas do Estado incluem obras já em andamento e em previsão. As obras do trecho de São Vicente custarão aproximadamente R$ 90 milhões. Pelissioni afirmou que o licenciamento ambiental deve sair em outubro e o início dos trabalhos deve ocorrer no início do ano, juntamente com as obras de um viaduto orçado em R$ 50 milhões.

“Terceira faixa (Rodovia Padre Manoel da Nóbrega) de Praia Grande a Mongaguá, viaduto triplo no km 92, em Praia Grande, recapeamento de Peruíbe a Itanhaém. Concluímos agora a interligação da rodovia Padre Manoel da Nóbrega com a BR-116 Miracatu-Peruíbe. São mais de R$ 30 milhões de investimentos. São obras importantes para a Região que vamos executar até 2014”, afirmou o superintendente.

Túnel Santos-Guarujá

O secretário de Logística e Transportes do Estado, Saulo de Castro Abreu Filho, falou sobre o túnel Santos-Guarujá. Segundo o planejamento do Estado, o empreendimento ligará as duas margens do porto de Santos por Outeirinhos e Vicente de Carvalho. O início das obras está previsto para 2014.
O assessor da secretaria estadual, Milton Xavier, que está à frente do projeto, explicou que o túnel terá três faixas de tráfego por sentido, uma faixa de transporte a pé, ciclovia e até VLT.

De acordo com Xavier, o local escolhido considerou toda a atividade cotidiana equivalente a 63 mil viagens dia, entre Santos e Vicente de Carvalho. O assessor disse que o planejamento é para o fluxo de veículos de passeio, ônibus, bicicletas e caminhões. No entanto, o presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Renato Barco, foi contrário à instalação do túnel a partir de Outeirinhos, próximo ao Terminal de Passageiros ressaltando o impacto no trânsito da Avenida Perimetral, principalmente durante a temporada de cruzeiros.

Segundo Barco, hoje a Perimetral tem um volume de tráfego de 26 mil veículos/dia. Xavier apontou um crescimento de 11% na frota de caminhões na Perimetral com a construção do túnel, considerando a quantidade de três mil carretas, que utilizam a Rodovia Cônego Domenico Rangoni para acessar os terminais da Margem Esquerda, em Guarujá.
    
Entrada de Santos

Obras na entrada de Santos não estão contempladas no pacote anunciado pelo Governo do Estado ontem. Considerado o pior gargalo tanto para o Porto de Santos quanto para o fluxo urbano, a solução logística depende antes de tudo da equalização do impasse entre Governo do Estado e Prefeitura de Santos. A Prefeitura diz que já encaminhou projeto ao Estado, mas, ontem, o secretário de Transportes Saulo de Castro disse que “nunca nos foi enviado. Nos interessa muito solucionar o gargalo do maior Porto da América Latina. Estou convidando o prefeito de Santos, se puder apresentar amanhã (hoje) esse projeto mesmo que seja conceitual”, rebateu.

Saulo propôs uma reunião nesta quinta-feira com o prefeito João Paulo Papa para discutirem a elaboração de um projeto complexo para a entrada de Santos, considerando além do viário local, infraestrutura de suporte ao tráfego de caminhões e terminais de contêineres”. Saulo ressaltou ainda que o Governo Federal, por meio da Secretaria de Portos (SEP) possui recursos destinados à acessibilidade e que para obtê-los basta encaminhar o projeto.