VLI DESKTOP TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Espaço de antiga Feira de Artesanato gera dúvidas em Itanhaém

Trecho da Rua Cesário Bastos, onde se localizava a antiga Feirinha, em Itanhaém, está vazio e sem pavimentação

Comentar
Compartilhar
09 JAN 2020Por Nayara Martins07h00
Moradores e comerciantes ainda não sabem o que vai ser construído no local, no Centro da cidadeFoto: Nayara Martins/DL

O espaço onde funcionava a antiga Feira de Artesanato e a praça de alimentação está gerando expectativa por parte da população na Rua Cesário Bastos, no Centro de Itanhaém. Isso porque os antigos boxes já foram removidos do local, há cerca de 20 dias, pela prefeitura de Itanhaém. A Administração, no entanto, deixou a área sem pavimentação e com algumas palmeiras imperiais até o final da rua, próximo à estação ferroviária desativada.

A reportagem do Diário do Litoral esteve no local, na última semana, para ouvir a opinião de moradores e comerciantes e saber o que vai ser construído nesta área da Rua Cesário Bastos, no Centro.

Para a professora Rose Helena Aparecida Ramalho, o local poderia ser aproveitado para construir uma praça com atividades de lazer ou uma concha acústica. "É um ponto central importante tanto para turistas como para moradores e deveria ser melhor utilizado", salienta.

A aposentada Nanci Cunha dos Reis também sugeriu que o espaço seria ideal para se tornar uma praça com atividades destinadas às crianças, já que na região central não existe um local apropriado para esse público.

Na opinião da comerciante Svetlana Dobrevska Cvetanoska, proprietária de uma fábrica de doces de banana e de uma sorveteria na Rua Cesário Bastos, a prefeitura poderia construir um canteiro central com jardim e árvores, mas sem bancos, além de ser uma via pública. "Acredito que a prefeitura não deveria colocar bancos, pois vai servir novamente de abrigo aos moradores de rua e aos usuários de droga", ressaltou.

Ela completou "a rua ficou bem melhor com a saída da Feira de Artesanato, pois o espaço havia se tornado um ambiente muito degradante com usuários de droga, na região central da Cidade".

Atualmente, os artesãos e vendedores ambulantes da Feira de Artesanato já estão trabalhando na Praça Benedito Calixto, também no Centro de Itanhaém.

Todos tiveram que sair da Feirinha de Artesanato, localizada na Rua Cesário Bastos, no Centro, onde estavam há mais de 15 anos, devido a uma ação judicial e denúncias feitas por empresários ao Ministério Público. As denúncias se referiam à parte de urbanismo e ao mau uso do espaço público.

Antiga estação

A comerciante Svetlana lembrou ainda que a antiga estação ferroviária também poderia ser melhor utilizada e se tornar um espaço de atração turística ou cultural. Atualmente, apenas uma sala está sendo ocupada pela Guarda Civil Municipal e o restante do local está sem uso e abandonado.

Outra medida, apontada pelos moradores, é a retirada do restante de entulhos de construção na área onde funcionava a antiga praça da alimentação, localizada ao lado da estação.

Outro lado

A prefeitura de Itanhaém informou que o antigo espaço da Rua Cesário Bastos voltará a ser uma via pública mais larga e pavimentada. Porém, a Administração ainda não tem previsão de quando as obras devem começar no local.

Em relação à antiga estação ferroviária, segundo a prefeitura, hoje, funciona um posto da Guarda Civil Municipal em uma das salas. No entanto, ainda não há nenhum projeto para recuperar e utilizar o restante do espaço, nem mesmo na área onde estava a praça de alimentação.