Escolas municipais de Guarujá realizam acolhimento aos pais e alunos

O Governo Municipal realizou adaptações nos prédios escolares que necessitavam de reparos e implantou novos procedimentos para incentivar o estudo.

Comentar
Compartilhar
02 FEV 201318h24

Mais de 34 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino de Guarujá retornam às aulas, no dia 4 de fevereiro. O período de férias, que durou aproximadamente um mês e meio, foi produtivo para a revisão na estrutura das escolas municipais. Para receber bem os estudantes, a Prefeitura de Guarujá realiza manutenção e adaptações, como pintura das salas de aula, troca de piso, iluminação, colocação de cortinas, além de pequenos reparos em portas, janelas e móveis.

A proposta da Prefeitura é oferecer os recursos necessários para o aproveitamento de todas as atividades pedagógicas durante o ano. Dentre as escolas municipais beneficiadas com as melhorias, estão as unidades Presidente Franklin Delano Roosevelt, Maria Eunice da Cruz, Ary Silva Souza e Mário Cerqueira Leite Filho. “Algumas escolas estão passando por manutenção, como elétrica, hidráulica e pintura. Começamos pelas que mais precisavam e vamos continuar com as intervenções nas outras unidades no decorrer do ano”, explicou a diretora de Gestão Administrativa, Eunice Cristina Cruz dos Santos.

As salas de aula da Franklin Delano Roosevelt, por exemplo, recebem pintura nova. Além disso, a calçada da unidade está sendo reformada. Na Mário Cerqueira, foram efetuadas troca de piso, pintura, que está no começo, e colocação de cortinas e persianas. Já os estudantes da Maria Eunice vão encontrar a escola com piso novo.

As inscrições para as matrículas foram reformuladas, em busca de manter o maior número possível de munícipes inseridos no estudo. As matrículas foram realizadas em setembro do ano passado, preenchendo as vagas dos Ensinos Infantil e Fundamental.

A prefeitura realizou adaptações nos prédios escolares que necessitavam de reparos (Foto: Divulgação)

As escolas municipais buscaram, de maneira pedagógica, acolher alunos e professores. Segundo a coordenadora dos Núcleos de Educação Infantil (Neims), Edna da Silva Costa, é importante que os pais confiem no local onde passarão os filhos, a partir de agora. “Os núcleos realizam uma organização em que transferiram segurança para os alunos interagirem com os educadores e, como foco principal, manter a relação essencial do ensino: a escola com a família”.

A coordenadora de Pré-Escola, Regina Lúcia Rodrigues, afirma que é necessário que a instituição escolar resolva a ansiedade dos pais causada pelo primeiro afastamento com os seus filhos. “É realizada uma semana de acolhimento, com o objetivo dos pais e alunos se adaptarem com o novo ambiente. Para isso, são apresentadas regras, propostas e filosofia da instituição educacional”.

Na Educação Fundamental, não acontece diferente. Segundo a coordenadora do Ensino Fundamental II da Prefeitura, Margarete Fernandes, cartazes e decoração especial aguardam pelas crianças na próxima segunda-feira. “Todas as crianças receberão um acolhimento especial, mas daremos uma atenção especial para o 1º e 6º ano, pelos alunos estarem passando por uma nova experiência”.

Transferência

As unidades municipais estarão disponíveis para transferências a partir do dia 4 de fevereiro, em horário administrativo. Para a mudança de endereço, basta o responsável pelo aluno comparecer até a unidade, munido de comprovante de residência. Outros casos da necessidade de transferência vão depender das vagas disponíveis na instituição desejada.