Entrega dos conjuntos Primavera Penedo ficará para o segundo semestre

Prazo para conclusão dos serviços era junho; Sabesp realiza ações de infraestrutura na área

Comentar
Compartilhar
30 MAI 2017Por Rafaella Martinez11h00
De acordo com a Secretaria de Habitação (Sehab), os serviços estão em fase final de execução. Atualmente, são realizadas ações de infraestrutura fora do empreendimentoDe acordo com a Secretaria de Habitação (Sehab), os serviços estão em fase final de execução. Atualmente, são realizadas ações de infraestrutura fora do empreendimentoFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Mais uma vez o prazo para entrega das obras dos conjuntos Primavera Penedo foi prorrogado em São Vicente.  Após permanecerem 12 anos abandonadas, as unidades habitacionais no Jóquei Clube deverão ser entregues apenas no segundo semestre deste ano. 

De acordo com a Secretaria de Habitação (Sehab), os serviços estão em fase final de execução. Atualmente, são realizadas ações de infraestrutura fora do empreendimento (entorno), a cargo da Sabesp, responsável pelos serviços da rede coletora de esgoto. O prazo informado anteriormente pela Administração era junho deste ano.

Em visita ao espaço, o Diário do Litoral constatou que as obras dos prédios estão avançadas. As paredes externas já receberam azulejos e os profissionais da prefeitura trabalham na instalação da rede de esgoto. 

No entanto, parte da Avenida Penedo - no trecho compreendido entre a Rua Ataliba Leonel e a Avenida Alcides de Araújo - está em obras. O tráfego pelo local é caótico e as vias estão repletas de buracos. A Prefeitura de São Vicente afirma que a Secretaria de Trânsito e Transportes (Setrans) tem realizado rondas regulares no local e, nos horários de maior movimento, mantendo agentes para garantir a fluidez do trânsito.

No total, serão entregues 500 novos apartamentos, que têm 52 metros quadrados. Desses, 220 serão destinados à demanda da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU). As outras 280 unidades estão destinadas a famílias que ocupam o Canal do meio. Atualmente, a Sehab trabalha para finalizar o levantamento da documentação das famílias que vão ocupar os conjuntos. 

O investimento para as obras é fruto de uma parceria entre o Ministério das Cidades, Caixa Econômica Federal e Governo do Estado, por meio da CDHU. Ao todo, foram aplicados R$ 50 milhões.

São Vicente H

O conjunto habitacional São Vicente – H, no Catiapoã, próximo ao Sá Catarina de Moraes, também está em obras. No local estão em construção mais 360 moradias, que serão entregues a vicentinos das áreas de risco e moradores da Serra do Mar, em Cubatão. A expectativa é que a entrega seja realizada no final do ano.