Entrada de Santos: mais 15 vigas do viaduto Anchieta serão instaladas

Um desvio de tráfego será realizado na Avenida Bandeirantes, altura do km 65 da via Anchieta

Comentar
Compartilhar
13 JUN 2019Por Da Reportagem14h17
Essa é a segunda etapa desse trabalho que, em abril, contou com 35 vigas lançadas em sete vãosFoto: Divulgação/PMS

Em continuidade à construção do viaduto Anchieta, que faz parte das obras de reformulação da entrada de Santos, a Ecovias fará mais uma grande intervenção a partir desta quinta-feira (13). Trata-se da instalação de mais 15 vigas, posicionadas em três vãos, para compor a estrutura principal do viaduto. Essa é a segunda etapa desse trabalho que, em abril, contou com 35 vigas lançadas em sete vãos.

Para garantir a segurança viária dos usuários e a fluidez do tráfego na região, durante a operação, um desvio de trânsito será realizado na Avenida Bandeirantes, altura do km 65 da via Anchieta, a partir de hoje até o próximo sábado (15). Com essa alteração, o motorista que for para Santos pela Avenida Bandeirantes (SP-148) deverá acessar a rodovia pela pista norte, por meio de um desvio provisório, e retornar na altura do km 64 para a pista sul, onde poderá acessar a Avenida Martins Fontes e a Avenida Nossa Senhora de Fátima.

Quando concluído, o viaduto Anchieta irá facilitar a circulação de quem estiver seguindo de Cubatão em direção a Santos e, caso precise voltar, poderá fazer o retorno no dispositivo sob o viaduto, sem a necessidade de acessar o trecho urbano para essa manobra.

Entrada de Santos

Com investimentos de R$ 270 milhões, a entrada de Santos está sendo totalmente remodelada entre o km 59 e km 65 da rodovia Anchieta, para que o tráfego de entrada e saída da cidade ocorra apenas pelas pistas centrais, enquanto fluxo do porto se dê pelas pistas laterais. Para isso, a via marginal da Anchieta, que atualmente opera em mão dupla, será adaptada para funcionar apenas no sentido do Litoral, enquanto a SP-148 (Avenida Bandeirantes), sob jurisdição do DER, será adequada para operar apenas na direção da capital.

As obras preveem ainda a construção de três viadutos, nos km 62, km 64+560 e km 65, a implantação de vias locais para facilitar o acesso aos bairros Jardim Piratininga, Jardim São Manoel e São Jorge, uma ciclovia do km 60 ao km 65 da rodovia, ligando Jardim Casqueiro e Vila dos Pescadores, em Cubatão, à malha cicloviária de Santos e a implantação de duas novas passarelas nos km 62+500 e km 64+350, em substituição às existentes nestes locais.

A nova configuração elimina os conflitos viários existentes atualmente, melhora o acesso da via Anchieta aos bairros do entorno e à zona portuária, aumenta a capacidade de tráfego na região e oferece mais segurança viária aos usuários da rodovia.

Colunas

Contraponto