Engenheiro prevê problemas na travessia após acidente entre navio e balsas nesse domingo

As duas embarcações que foram atingidas estavam fora de operação e atracadas para manutenção

Comentar
Compartilhar
20 JUN 2021Por Jeferson Marques17h12
Navio fez estragos na travessia entre Guarujá x Santos.Navio fez estragos na travessia entre Guarujá x Santos.Foto: Nair Bueno/Diário do Litoral

Pier de concreto destruído, duas embarcações danificadas e à deriva, além de um bicicletário derrubado. Um navio da HAMBURG SUD fez todos esses estragos por volta das 14h da tarde na travessia de balsas entre Santos e Guarujá, mais precisamente do lado do Guarujá. Apesar do cenário arrasador, nenhum funcionário ou usuário ficou ferido.

A Reportagem esteve no local do acidente minutos depois do ocorrido e conversou com Ivson Rocha, engenheiro e chefe de Operações do Departamento Hidroviário, que previu problemas com a travessia nas próximas semanas. "Horários de pico devem ser evitados, pois estaremos operando com uma gaveta de embarque a menos aqui no Guarujá, o que gerará transtornos aos usuários", lembra. (Gaveta de embarque nada mais é do que a plataforma por onde os veículos passam para entrar e sair das balsas).

Rocha disse que ainda é muito cedo para dizer o que pode ter causado a colisão. "Ele (navio) saiu totalmente da sua rota. Já bateu desgovernado. A engenharia está fazendo o levantamento dos danos estruturais para saber quais os prejuízos reais, que foram grandes", diz.

As duas embarcações que foram atingidas estavam fora de operação e atracadas para manutenção. E precisaram ser rebocadas por outras duas embarcações, já que foram arrastadas pelo navio e ficaram à deriva. 

 

O navio teve seu casco rasgado com o impacto, o que ocasionou a entrada de água, conforme a imagem a seguir, enviada por um seguidor:

Segue o posicionamento oficial da HAMBURG SUD com informações até o momento:

A empresa confirma que o navio Cap San Antonio, esteve envolvido em um incidente em Santos - Brasil este domingo, 20 de Junho, ao sair do complexo portuário em rota para o porto de Paranaguá. Até o momento não há o registro de vítimas envolvidas no incidente, dentro ou fora do navio, ou que a região tenha sido poluída de alguma forma. A companhia está avaliando a situação e colabora com as autoridades.