X
Cotidiano

Empresas portuárias têm nova opção na hora de escolher um Jovem Aprendiz

É o Núcleo de Aprendizagem Socioprofissionalizante (Nasp), que forma sua primeira turma, com 56 jovens, em novembro

O curso oferecido gratuitamente é o de Auxiliar de Serviços de Importação e Exportação / Paolo Perillo/DL

As empresas portuárias que procuram jovens para trabalhar através do programa Jovem Aprendiz têm uma nova opção de entidade na hora de escolher os candidatos. É o Nasp (Núcleo de Aprendizagem Socioprofissionalizante), que forma sua primeira turma, com 56 jovens, em novembro.

A associação é formada e mantida por profissionais da educação que, de forma totalmente voluntária, se uniram para ensinar jovens em situação de vulnerabilidade, entre 15 e 23 anos. O curso oferecido gratuitamente é o de Auxiliar de Serviços de Importação e Exportação, com duração de dois meses.

“Nós trabalhávamos com educação, mas sentíamos uma necessidade de ir além do que era ofertado a esses jovens, por isso decidimos fundar o Nasp. Nosso trabalho verifica não só a experiência profissional deles, mas qual é a estrutura familiar e as dificuldades enfrentadas”, explica a presidente do Nasp, Angélica Serpa.

“Vi um caso de um jovem aprendiz, por exemplo, que estava com o pé machucado porque ia trabalhar com um sapato doado dois números menores do que o dele. Como era o único empregado na família, não sobrava dinheiro para comprar um adequado. Então, acredito que nessa hora o núcleo de aprendizagem em que o jovem está inserido precisa trabalhar também o social, não dá para ignorar um fato desse. E é desta forma que trabalhamos no Nasp”, cita Ana Luiza da Costa, coordenadora de Projetos Sociais.

Sabendo que as dificuldades financeiras são severas, o curso foi adaptado para não exigir a presença diária dos alunos. “Desta forma eles economizam a condução”, diz Angélica, e o material é disponibilizado na internet.

O desafio agora, segundo elas, é buscar parcerias com empresas e comissárias de despacho aduaneiro, e divulgar a entidade que nasceu do sonho de oportunizar a jovens carentes, uma chance de trilhar um caminho de sucesso no mundo profissional.

O curso

Ministrado em sete módulos, os alunos aprendem a se preparar para uma entrevista de emprego, formas de apresentação e comportamento.

Noções de Administração, Importação, Exportação e Comunicação, também são disciplinas ensinadas. São duas turmas, uma no horário da manhã e outro à tarde para não atrapalhar a escola.  

Gabriele Santos e Alessandro Bezerra, ambos de 20 anos, são alunos da primeira turma do Nasp e souberam do curso pelas redes sociais.

“É uma oportunidade de aprender uma nova função e entrar no mercado de trabalho que é tão concorrido”, diz Gabriele.

Matrículas

O curso oferece 60 vagas e as inscrições para a segunda turma começam em novembro. O início das aulas está previsto para o ano que vem. Quem tiver interesse pode entrar no site: http://www.naspsantos.org.br/ ou ligar para 3322-4110. O endereço é Avenida Senador Pinheiro Machado, 30, conjunto 81 - Marapé, em Santos.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Moto do Homem de Ferro chega por menos de R$ 30 mil às concessionárias

A Yamaha dá continuidade à parceria com a Marvel e lança a edição especial e limitada Homem de Ferro da naked MT-03

Artigo

Liderar é...

Não pode haver ideia de líder e liderança sem uma amplitude do conceito de 'pessoa'

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software