X

Cotidiano

Empresa portuária é multada em R$ 10 mil em Santos

Companhia estava há mais de 15 dias provocando transtornos no trânsito da Avenida Nossa Senhora de Fátima e ruas do entorno

Da Reportagem

Publicado em 01/11/2018 às 16:01

Atualizado em 01/11/2018 às 16:10

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Caminhões formavam filas enquanto aguardavam para serem recebidos na área interna / Rodrigo Montaldi/DL

Por estar há mais de 15 dias provocando transtornos no trânsito da Avenida Nossa Senhora de Fátima e ruas do entorno, com filas de caminhões aguardando para serem recebidos em sua área interna, a empresa de container Depotrans foi multada hoje (01) pela Prefeitura de Santos. O valor da infração (previsto na lei complementar nº 528/2005) é de R$ 10 mil e deve ser pago até o dia 31 de dezembro deste ano.

Essas filas também tiveram como consequência congestionamentos na Rodovia Anchieta, nas proximidades da entrada de Santos e muita lentidão no trânsito local. A Depotrans se comprometeu a adequar suas atividades à legislação municipal (LC nº 528/2005) que prevê a obrigatoriedade de medidas que reduzam os impactos causados por atividades ou empreendimentos polos atrativos de trânsito e transporte.

Nesta quarta-feira (31), representantes da Secretaria Municipal de Assuntos Portuários, Indústria e Comércio (Sapic), CET-Santos, Ecovias, Polícia Militar e Polícia Rodoviária, estiveram na sede da empresa, no bairro Chico de Paula, para reunião com o proprietário, visando ajustar as medidas a serem adotadas para que o problema seja solucionado de forma definitiva.

Mais autuações

A CET-Santos também autuou a empresa com base no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que considera infração (Artigo 95) iniciar evento ou obra que perturbe ou interrompa a circulação ou a segurança de veículos, sem a devida autorização. Desde o dia 11 do mês passado, foram aplicadas seis multas à Depotrans. O valor de cada infração é de R$ 319,23. A Companhia permanecerá monitorando o trânsito na área para verificar o cumprimento das medidas acertadas com a empresa durante a reunião e, se for o caso, adotar novas ações.

Obras Nova Entrada de Santos

Equipes técnicas da Ecovias, CET-Santos e Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) atestaram que as obras realizadas na entrada de Santos não tiveram nenhuma relação com o congestionamento e lentidão do trânsito, tanto na cidade como na Rodovia Anchieta. Os serviços seguem de forma organizada e ordenada para que cause o mínimo de impacto possível aos munícipes e motoristas que utilizam as vias locais.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Negou

Ex-prefeito Bili garante que não houve dolo e que vai recorrer de decisão

O juiz Leonardo de Mello Gonçalves, da Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), condenou o ex-prefeito Luis Cláudio Bili Lins da Silva por improbidade administrativa e dano ao erário

Itanhaém

Vamos ajudar? Banco de leite materno de Itanhaém precisa de doações

O alimento pode ser compartilhado para ajudar a salvar a vida de diversos bebês na UTI Neonatal

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter