Em SP, gestante poderá pedir táxi e enviar conta à Prefeitura

A ideia é que posteriormente o taxista seja reembolsado pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. O projeto segue agora para a sanção

Comentar
Compartilhar
13 MAI 201513h01

Entre os 35 projetos aprovados na terça-feira, 12, pela Câmara Municipal está o do vereador Jair Tatto (PT) que institui o "Vale Taxi Gestante". "A mulher que estiver prestes a dar à luz poderá ser atendida por um táxi", disse Tatto.

A ideia é que posteriormente o taxista seja reembolsado pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. O projeto segue agora para a sanção.

Trânsito

Ainda em relação a questões de trânsito, foram aprovados em primeira votação projetos que: suspende o rodízio de veículos, em caso de greve de ônibus; libera a Zona Azul por uma hora para taxistas; facilita a consulta de saldo do bilhete único; e estabelece gratuidade da tarifa intermunicipal de ônibus a integrantes de PM, Polícia Civil e Guarda Civil Metropolitana.

A mulher que estiver prestes a dar à luz poderá ser atendida por um táxi