X
Cotidiano

Em Santos, preço de alimentos da ceia variam até 40,8%

Bacalhau, tender, panetone e chocotone são alguns dos produtos incluídos nas compras do mês de dezembro.

O bacalhau, apesar de ter a menor variação de preço por quilo encontrada, sofreu aumento no valor em comparação com 2017. / Nair Bueno/DL

No mês de dezembro a lista de compras do supermercado inclui novos itens: os alimentos típicos da ceia de Natal. A reportagem do Diário do Litoral visitou mercados e empórios de Santos e encontrou variações de até 40,8% nos preços. 

A maior diferença (40,8%) é do mini Tender da marca líder do mercado, que pode ser comprado por R$ 39,98 até R$ 67,51 o quilo. Já o bacalhau tem apenas R$ 10,00 (11,1%) de variação do preço por quilo. Os valores do peixe vão de R$ 79,90 a R$ 89,90.

O preço dos tradicionais panetones da marca líder, de 500 gramas, variam entre R$ 19,98 a R$ 26,90. Quem prefere a versão com chocolate, pode ter que desembolsar de R$ 16,99 a R$ 21,90. As variações são de 25,7% e 22,4%, respectivamente.

“Os panetones são um dos símbolos do Natal no Brasil. A indústria, percebendo isso, reinventou o produto com diversas variações de sabores. Esta mudança fez com que a penetração de panetones nos lares do país subisse para 53%”, analisa o economista da Associação Paulista de Supermercados (APAS), Thiago Berka.
Uma alternativa para quem quer economizar é comprar os panetones de fabricação própria dos mercados. Além disso, clubes de benefícios dos mercados costumam dar desconto nos itens.

COMPARAÇÃO COM 2017

Apesar de o bacalhau ter sido o produto pesquisado com menor variação, Marcelo Gil Figueira, dono de um empório localizado no Boqueirão, afirma que este foi um dos alimentos que teve oscilação no valor, com relação ao último ano. “O bacalhau e algumas frutas secas tiveram aumento, mas conseguimos comprar com antecedência, garantindo preços melhores”, comenta. 

Para não prejudicar o consumidor, Marcelo tem realizado algumas promoções em seu empório. “Tentamos fazer o possível para que o consumidor não sinta tanto a diferença”, garante. 

Alguns produtos, por outro lado, tiveram queda nos valores. “As nozes sem casca no ano passado estavam acima de R$ 120,00 o quilo, este ano conseguimos baixar para R$ 100,00/kg. Assim como o damasco, que caiu de R$ 65,00 para R$ 55,00 o quilo”, analisa.

VENDAS

Um estudo feito pela Associação Paulista de Supermercados aponta que as vendas para este Natal devem ter um crescimento real de 1,5% a 2% em relação ao ano ­passado.

“Apesar de tímido, o aumento é importante em um ano que teve muitas turbulências para o setor e cria expectativas positivas para 2019”, finalizou o economista Berka.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SANTOS

Estudantes vencem mostra científica do Butantan com trabalho sobre dignidade menstrual

Dois trabalhos desenvolvidos nas escolas municipais conquistaram o primeiro e segundo lugares na I Mostra Científica do Instituto

Procon pede explicações da Zara após caso 'Zara zerou' com clientes negros

O Procon vai solicitar informações sobre a política de treinamento que a Zara aplica aos funcionários e sobre as medidas de conscientização

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software