Em NY, Paes promete ações contra arrastões no Rio

"Tivemos uma experiência muito ruim em 20 de novembro, muito ruim para uma cidade que vem trabalhando para recuperar a sua imagem", disse o prefeito

Comentar
Compartilhar
26 NOV 201318h26

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, prometeu medidas para impedir que novos arrastões ocorram nas praias cariocas. "Tivemos uma experiência muito ruim em 20 de novembro, muito ruim para uma cidade que vem trabalhando para recuperar a sua imagem. Agora é impedir que isso aconteça de novo e medidas estão sendo tomadas para isso", disse o prefeito a jornalistas ao ser questionado sobre a decisão do Consulado dos Estados Unidos na cidade de emitir um alerta sobre a violência aos viajantes norte-americanos.

"O Rio é uma cidade em transformação, tem muita coisa acontecendo. Antes, só se via o Rio na capa do (jornal) New York Times pela violência, que diminuiu drasticamente mas ainda é um problema que a gente tem", disse Paes. A cidade foi capa do "Times" nesta terça-feira, 26, em uma ampla reportagem avaliando as mudanças na cidade por conta da preparação para a Copa do Mundo e Olimpíadas e destacando que a capital carioca ainda é um local dividido.

"O Rio passou a ser uma cidade que tem um olhar mais atento do mundo", disse Paes. O prefeito está em Nova York para assumir a presidência do grupo C40, formado pelas maiores metrópoles do mundo para defender o clima. Paes vai substituir o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg.

Jovem é detido durante arrastão no Arpoador (Foto: Severino Silva/Agência O Dia)