Em 45 dias, Hospital de Campanha de Guarujá registra 231 pacientes atendidos

Até o último dia 9, quando completou um mês de funcionamento, o hospital tinha 145 pacientes

Comentar
Compartilhar
24 JUN 2020Por Da Reportagem16h04
O equipamento está instalado no hangar da Base Aérea de Santos, que fica em Vicente de CarvalhoFoto: Divulgação/PMG

Em 45 dias, 231 pacientes já foram atendidos pelo Hospital de Campanha de Guarujá. O equipamento está instalado no hangar da Base Aérea de Santos, que fica em Vicente de Carvalho e realiza o tratamento de pacientes do novo coronavírus na Cidade.

Até o último dia 9, esse número era de 145 pessoas, o que representa um aumento de quase 60% no total de atendidos. Além disso, o número de altas também subiu chegando a 15%. Ao completar um mês de funcionamento, o equipamento registrava 51 altas médicas e agora esse dado chega a 110 pacientes.

Um deles é José Benedito Teotônio, 59 anos, funcionário público da Prefeitura há 30 anos. "O Hospital foi fundamental para minha cura, que realizou um excelente atendimento. Médicos, enfermeiros, até os que prestavam serviços de higienização me trataram com muita atenção", conta ele, que sempre se emociona quando lembra do período internado.

Ele é diretor de Cidadania e Trabalho dentro do Poupatempo, em Vicente de Carvalho e se recorda que quase foi para UTI, devido à saturação baixa. "Mas de repente, algo aconteceu, e a saturação chegou ao grau desejado. Vi o amor em cada gesto e cuidado pela preservação da vida".

Com relação às transferências, o dado aumentou em 50%, passando de quatro a seis realizadas dentro do período. Além disso, foram registrados 78 óbitos dentro do período. "A gente vai da alegria quando um paciente recebe alta, e às lágrimas, quando o perdemos para o novo coronavírus", conta a responsável técnica de enfermagem do Hospital de Campanha, Pamela Rodrigues. Com 16 anos de profissão, ela nunca havia passado por nada parecido com o cenário atual e comenta que não tem sido fácil.

 "Mesmo o Hospital de Campanha tendo uma equipe multidisciplinar, extremamente qualificada, que trabalha junto para vencer essa doença, é bastante doloroso também, para nós profissionais, nos depararmos com a perda de pacientes, e até de familiares, amigos ou conhecidos".

Estrutura

O Hospital de Campanha de Guarujá é o único equipamento civil dentro de uma base militar no País e tem estrutura fundamental para dar suporte ao aumento da demanda na rede municipal durante a pandemia. Conta com 70 leitos, sendo 50 de enfermaria e outros 20 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

 O complexo, composto por duas tendas, soma três mil metros quadrados e conta com mais de 260 profissionais de saúde, contratados especialmente para a empreitada. Todos os pacientes nele atendido são encaminhados pela própria rede municipal.