Elektro desativa mais de 480 'gatos' em Guarujá

Concessionária identificou 489 fraudes. Energia recuperada é suficiente para abastecer o município de Mongaguá, com 52 mil habitantes, durante 7 dias

Comentar
Compartilhar
13 NOV 2019Por Da Reportagem18h54
A energia recuperada é o suficiente para abastecer, por exemplo, o município de MongaguáFoto: Rodrigo Montaldi/Arquivo DL

A Elektro,  desativou 489  irregularidades, conhecidas como gatos, em casas e estabelecimentos comerciais, nos dez primeiros meses de 2019 em Guarujá (SP). A empresa realiza a "Operação Varredura" em várias cidades dos estados de São Paulo e do Mato Grosso do Sul. De janeiro a outubro já foram feitas 2.595 inspeções na cidade que identificaram 489 casos de fraude na rede elétrica. A energia recuperada é o suficiente para abastecer, por exemplo, o município de Mongaguá, com cerca de 52 mil pessoas, durante sete dias.

Como denunciar

O furto de energia é crime, sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cuja pena pode alcançar até oito anos de reclusão. Para reduzir os riscos e o furto de energia, a Elektro mantém um programa constante de inspeções. A empresa tem canais de denúncia para casos de fraudes e furtos, por meio dos quais é possível passar as informações anonimamente, como o 0800 701 0102 ou pelo site: www.elektro.com.br

Orientação de segurança

Quem faz ligações clandestinas corre o risco de sofrer acidentes graves, muitas vezes fatais, pois envolve a manipulação de circuitos energizados. Um técnico da Elektro recebe horas treinamentos específicos antes de atuar na rede elétrica.

A Elektro orienta que todos podem reduzir o valor da conta de luz mensal usando a energia elétrica de modo eficiente e evitando desperdícios, principalmente, na utilização de aparelhos, tais como chuveiros, ferros de passar roupas, condicionadores de ar, aquecedores e secadores, entre outros.